#FICAADICABH | Delícia de Inhotim

inhotim1

No final de janeiro eu e o Patrick finalmente fomos conhecer o maior Centro de Arte Contemporânea a céu aberto da América Latina, o museu de Inhotim, que fica em Brumadinho (uns 50 km de BH). Como estávamos de pernas pro ar e curtindo as férias, fomos em uma terça-feira, dia em que a entrada era gratuita (hoje esse dia passou para quarta feira).

inhotim2

O dia estava muito muito, muito quente e percebemos que roupas confortáveis são essenciais para aproveitar bem o passeio (vi uma menina de salto que me chocou, mas há gosto pra tudo nesse mundo). O lugar é enorme, tanto que tem opção de pagar uma taxa e pegar carrinhos de golf disponíveis por todo o parque com motoristas. É muita ladeira, um sobe e desce danado, tudo muito distante, embora sempre com atrações e cenários lindos pelo caminho que valem a pena. Em todo o caso, é quase impossível visitar tudo em um só dia.

inhotim3

Há algumas lanchonetes e dois restaurantes no museu, porém estavam tão cheios (férias e entrada gratuita) que decidimos ir embora e comer em outro lugar. Fiquei bastante impressionada com o paisagismo e muito intrigada com a cor da água dos lagos, um tom de verde maravilhoso e incomum. Aliás, o que não falta é variação de tons de verde. Um oásis! O paisagismo é impressionante, tudo muito bem planejado e cuidado.

inhotim4

Vimos várias galerias enquanto conseguimos andar. Inhotim tem galerias de artistas do mundo inteiro e gostei mais da Galeria Adriana Varejão e os quadros de Luiz Zerbini (com muita vida e cores). O Patrick adorou as galerias sonoras, com caixas acústicas de som espalhadas pelo galpão. É lindo mesmo. Mas confesso que algumas atrações eu não achei tão interessante. Existem algumas piscinas espalhadas, para quem quiser levar traje de banho e se refrescar um pouco. Em todas as galerias tem guias que explicam sobre a obra e dão informações gerais sobre o local.

inhotim5

Se você tiver procurando um passeio diferente e interessante para fazer no fim de semana, Inhotim é uma dica excelente. Além de lindo e rico em cultura, é uma oportunidade de valorizarmos algo que é nosso e que trás turistas do mundo inteiro todos os meses do ano.

Aberto: Terça a sexta-feira: 9h30 às 16h30
Sábado, domingo e feriado: 9h30 às 17h30

Ingressos: Terça e quinta-feira: R$ 25,00
Quarta-feira (exceto feriado): entrada gratuita
Sexta, sábado, domingo e feriado: R$ 40,00
Fechado às segundas-feiras.

www.inhotim.org.br

A triste história de uma menina da moda

tumblr_lyyv89w02j1qh5dpwo1_500

Veja só você. Não é mais a menina de olhar encabulado por baixo de um cabelo encaracoladamente lindo que, anos mais tarde, mudaria para um liso escorrido por fazer mais o estilo padrão da moda na época.

O sorriso fácil também já não vem com a mesma generosidade de outrora. Hoje, anda escondido atrás de suas roupas de marcas, que marcam quase tudo e só mostram o que não importa, já que o sorriso era (esse sim) sua marca mais reveladora. E talvez a mais atraente.

Também já não é mais aquela menina que se perdia nos cantinhos do quintal com um livro na mão. E que depois que terminasse esse, fugiria com outro e mais um. Porque, ora, hoje não há mais tempo para livros. O pouco tempo livre que a “maturidade” lhe permite é gasto em musculação, dietas e corridas que não te levam a lugar algum, mas que você não deixa de percorrer, afinal, entre os olhos que te vê, mais vale uma manequim 36 do que 10 vezes esse número em livros na estante.

É triste, menina, mas por favor, me diga. Onde foi que a moda maquiou e escondeu toda aquela verdade que te fazia brilhar de um jeito diferente, e exatamente por isso, tão bonito de se ver? Onde foi que você abriu mão de sua personalidade e vendeu sua alma em busca da mais idiota perfeição pregada em comerciais de shampoo? Onde foi que você desistiu de ser única e foi atrás de um padrão que não padroniza corpos, mas que enjaula mentes?

Onde foi, menina, que você deixou de ser você e se transformou em um produto barato da sociedade do espetáculo e do descartável, com preço e prazo de validade?

 

Leia também: Talvez o amor seja talvez

 

Não chore, menina. Sei que a verdade nem sempre é tão sedutora quanto a mentira florida que eles insistem em te contar. Sei também que na sociedade em que você vive dizer o que se pensa está fora dos padrões, mas alguém tem que te fazer enxergar. Quebrar essa casca de superficialidade que você vestiu pensando agora estar arrasando, quando na verdade nunca esteve tão cafona. Simplesmente, porque não ser você é o mais alto nível da breguice. E se maquiar de aparências é perder a única coisa que de fato tem algum valor. Muito maior do que suas grifes caras é o quanto vale sua identidade, menina. Aquela que não é formada em esteira de produção e vendida em araras na liquidação. Aquela que não é marcada por modismos temporários e empurrada goela abaixo para a massa de consumo. Aquela que não busca um padrão industrializado, mas que admira o alternativo, o menos convencional e o único. É essa a moda que você precisa seguir, menina. Aquela que faz com que seu sorriso seja eterno na mente de alguém que te chame por amor, apenas por ser “diferentemente especial”. Seja diferente, menina. E se tiver que agradar a algum padrão ou a alguém, agrade a si própria, porque ser feliz consigo mesma jamais estará fora de moda.

Vídeo | Sair sozinho mesmo namorando | Sim ou não?

Saiu vídeo novinho no canal do blog no YouTube. E o tema de hoje é sobre a dificuldade que alguns casais têm em lidar com os passeios do namorado ou da namorada desacompanhado, ou acompanhado apenas dos amigos. Seja um bar com os camaradas ou cinema com azamigas, esse é (infelizmente) um assunto que sempre gera discussão e que o “limite” é individual e peculiar, por isso, como lidar da melhor forma com o “problema”? Assista o vídeo e nos dê sua opinião. E ah, se curtir, dê um joinha no YouTube e se inscreva em nosso canal. Você verá os vídeos antes de vir para o blog e ainda nos ajudará.

 

Quem quiser assistir em HD, basta clicar em Detalhes > Qualidade > 1080p HD.

Beijos e esperamos você por lá.

Playlist do Mês | Folia de Carnaval

playlist do mes

O Carnaval já tomou conta do Brasil inteiro. Aqui em BH, bloquinhos (com dezenas de milhares de foliões) como Chama o Síndico e Bloco das Baianas Ozadas já movimentaram a cidade nos últimos dias. Por isso, enquanto rolam as últimas horas do expediente dessa sexta feira 13 antes da farra absoluta, que tal curtir uma playlist com sucessos que já embalaram muitos e muitos carnavais? É pra entrar no clima e contar as horas para botar a fantasia e pular na avenida.

 

Cláudia Leitte – Amor Perfeito

Chiclete com Banana – Quero Chiclete

Tomate – Te espero no farol

Jammil e uma Noites – Sou praiero

Ivete Sangalo – Arerê

Ivete Sangalo – Eva / Alô Paixão / Beleza Rara

Monobloco – Taj Mahal / Fio Maravilha / Páis Tropical

Asa de Águia – Quebra Aê

Psirico – Lepo Lepo

 

Bom Carnaval, galera! E juízo (pelo menos um pouquinho).

 

RELACIONAMENTO | Estilo a dois no Jornal Correio Braziliense

 

O Estilo a dois foi convidado a participar da reportagem de capa da Revista do Correio, uma edição do Jornal Correio Braziliense que aborda o ciúme gerado pelas mídias sociais nos relacionamentos modernos. A reportagem feita pelo jornalista Rafael Campos foi ao ar no último domingo.

Clique aqui para ler a reportagem on-line. Mas se você não é assinante da revista, não tem problema, abaixo está a reportagem na íntegra.

 

Figura9

Figura3 Figura4 Figura5 Figura6 Figura7 Figura8

Moda Masculina | Tipos de barba para cada formato de rosto

Figura12

Faça amor, não faça a barba. Esse é o lema que tem ganhado cada vez mais adeptos nos últimos anos quando o assunto é beleza masculina. Se por um tempo ostentar aquele pelo espesso na cara era sinal de descaso, falta de higiene e até estereótipo de classe social inferior, hoje, meu amigo, ser barbudo é a última moda.

O eleitorado feminino é um dos maiores entusiastas dessa tendência, talvez inspirado pela exibição aparentemente mais robusta da figura masculina ou algum resquício primitivo do desejo neandertal. Ainda assim, o tema rende discussão. Se há mulheres que adoram um ursinho peludo, há também quem prefira beijar bochechas lisinhas igual bumbum de neném. Também não podemos nos esquecer dos indissolúveis problemas com alergias na pele que atacam a homens e mulheres.

Ta certo que essa é uma questão importante até certo ponto. Porque convenhamos, se o cara for o Rodrigo Hilbert ele pode aparecer com barba, sem barba, careca ou com meio quilo de arroz grudado nos pelos da cara que eu duvido que a mulherada ligará. Mas se você, assim como eu, não é o marido da Fernanda Lima, então é melhor saber como usar esse “acessório” como ponto positivo. E é aí que entra os tipos de barba que melhor se adaptam a cada tipo de rosto.

A ideia é simples. Valorizar aquilo que deve ser valorizado e disfarçar aquilo que deve ser disfarçado. Para isso, você tem que ter uma mínima noção sobre o formato de seu rosto – quadrado, redondo, triângulo invertido, ovalado. Se você tem um espelho em casa, essa não será uma missão muito difícil.

 

1 – Barba por fazer

1

A queridinha das mulheres. Com pelos curtos e ligeiramente desajeitados, a barba por fazer suaviza os traços do rosto e ainda dá aquela cara, “acordei e não me barbei para sair, ó como sou despojado.” Ideal para rostos quadrados, suavizando o jeito robusto da face.
Obs.: barba por fazer não é sinônimo de barba desgrenhada. Cuide-se.

 

2 – Barba cheia

6

A evolução da barba por fazer, agora com pelos longos e bem aparado nas laterais. Combina com rostos triangulares, pois ajuda a disfarçar a diferença de proporção do rosto, deixando-o mais homogêneo.

 

3 – Barba completa com volume no pescoço

2

A evolução da barba cheia, agora, sem limites. Ocupando mais o pescoço do que a bochecha, esse tipo é interessante para rostos redondos, pois alongará o formato da face. Mas cuidado, se a barba tiver também muito grande para os lados pode deixar o rosto ainda mais arredondado.

 

4 – Barba Old Dutch

5

Super na moda. Tem inclusive se tornado um tipo de uniforme para publicitários e geeks em geral. De inspiração retrô, possui muitos pelos, que se intensificam na parte debaixo do queixo. Se adapta bem a praticamente todos os formatos, com exceção do triangular, pois pode alongar demais o rosto.

 

5 – Bigode e Cavanhaque

4

Há quem goste (não é o meu caso). O bigode até está relativamente na moda, com essa onda moustache de virar suas pontas para cima. Combina com rostos triangulares, pois aumenta a largura da face e do queixo. Já o cavanhaque, com seu formato quadrado vai melhor em rostos redondos, pois ajuda a diminuir os traços circulares.

E finalmente, se você nasceu com o rosto ovalado, pode se considerar um grande sortudo, pois é esse o tipo de rosto mais eclético possível e que cai bem com praticamente todos os formatos de barba.

Agora, é só analisar qual o formato de seu rosto, escolher um barbeado e andar por aí desfilando seu charme Hilbertiano!

 

P.S.: Se você é o detentor dos créditos de alguma das imagens utilizadas nesse post, entre em contato. Teremos o maior prazer em creditá-las à você.

 

#ficaadicaBH | Viva o carnaval

farm-carnaval-cigana-e-baiana

Quem é de BH sabe que a folia já começou há muito tempo. Já tivemos vários ensaios de bloquinhos lotados, inclusive alguns foram até cancelados devido ao grande número de foliões querendo participar.

Não era tradição, mas de alguns anos para cá a festa foi pegando e ganhando tanta adesão que a cada temporada se torna ainda maior (e melhor).

E para quem vai ficar por aqui ou já quer antecipar a festa, selecionamos alguns locais onde a farra será garantida, com bloquinhos que prometem, além de dicas para se entregar à folia.

5

Dia 08 de fevereiro

BLOCO BUNDEIRANTES
Concentração: a partir das 11h
Praça JK – Av. Bandeirantes – B.Sion

ME BEIJA QUE EU SOU PAGODEIRO
Concentração: a partir das 11h
R. Almirante Tamandaré, 601 – Gutierrez

PERERECA ASSANHADA, ASSANHADA MAS DE FAMÍLIA!! Concentração: a partir das 12h
Praça São Francisco de Assis, 5 – Pampulha

 

Dia 14 de fevereiro

BLOCO DA CALIXTO
Concentração: a partir das 12h
Av. Bernardo Monteiro – esquina com Av. Brasil – Funcionários

DRAGÃO DA VILA SÃO JORGE
Concentração: a partir das 13h
Av. Silva Lobo, 1730 – Grajaú

QUEM NÃO SE COMUNICA, SE TRUMBICA!
Concentração: a partir das 13h
Av. Álvares Cabral, 400 – Lourdes

 

Dia 15 de fevereiro

ORDINÁÁÁÁRIOS
Concentração: a partir das 13h
Av. Pasteur, 10 – Santa Efigênia

BLOCO DO TCHA TCHA TCHA
Concentração: a partir das 15h30
R. Fernandes Tourinho, 317– Savassi

 

Lista Completa aqui!

 

Viva o Carnaval de Bh 2015, evento fechado no Parque das Mangabeiras, que contará com grandes blocos de dentro e fora de Minas Gerais. No dia 1 de fevereiro (domingo – 14h), os blocos Sargento Pimenta (RJ), Carrossel de Emoções (RJ), Baianas Ozadas (MG) e Me Beija Que eu Sou Pagodeiro (MG) levam a folia para o Parque das Mangabeiras (Av. José do Patrocínio Pontes, 580, Mangabeiras). Já no dia 8 de fevereiro (domingo – 14h), será os blocos Frevo do Mundo (PE), com Otto e BNegão, Pra Iá Iá (RJ), Chama o Síndico (MG) e Bloco da Calixto (MG).

 

Algumas dicas para não perder a #zuera

– Vá com roupas leves e confortáveis (meio óbvio, mas já vi meninas num salto que deu até dó).

– Não esqueça de se hidratar pra ressacar não te pegar.

– Cuidado com celulares e carteiras. Na muvuca os furtos se multiplicam.

– Para as meninas, levem sempre papel higiênico no bolso/bolsa porque os banheiros químicos não tem =( além de serem super nojentos.

– Sapatos fechados tipo tênis e sapatilhas são ótimos, já que o chão fica imundo e o pé fica sujo! Evite as rasteirinhas.

 

E vocês, vão passar aonde?

 

P.S.: Se você é o detentor dos créditos de alguma das imagens utilizadas nesse post, entre em contato. Teremos o maior prazer em creditá-las à você.

 

 

 

Homens e a Síndrome da Roupa Curta

curto

Confesso. Já briguei com a Lu por causa de alguma roupa decotada demais ou que a meu ver, escondia de menos. Não é algo que me orgulhe, é verdade, mas que jogue a primeira pedra aquele que nunca passou por esse papelão. Não chegou a ser uma briga com B maiúsculo, foi mais um reflexo da minha inexperiência. Éramos muito jovens e nosso namoro ainda passava pelos primeiros anos. Hoje, porém, tenho ciência que a discussão de outrora, apesar de boba, foi importante, pois levou até nós um papo que ainda não tinha entrado em discussão, e dessa forma pudemos resolver ali, de uma vez por todas, um problema que ainda aflige muitos casais em épocas mais adultas de suas vidas.

 

curta

E para evitar que a SDRC (Síndrome da Roupa Curta) se espalhe, vamos apresentar abaixo algumas causas, sintomas e formas de tratar a doença. Se você possui um namorado nessa situação (meu Deus!) compartilhe a notícia, pois é caso de utilidade pública.

 

MACHISMO: o nada bom e velho senso de autoridade que alguns homens ainda insistem em achar que possuem sobre suas companheiras.
Sintoma: ondas sufocantes de calor em ver SUA PROPRIEDADE desfilando tamanha gostosura para outros indivíduos da espécie, transformadas em irritabilidade aguda e que com o passar dos anos pode provocar uma leve dor nas regiões extremas da testa, também conhecido como dor de corno.
Tratamento: 8 horas de meditação por dia repetindo o mantra “ninguém é de ninguém, ninguém é de ninguém, ninguém é de ninguém…”. Se após um mês inteiro você ainda achar que sua namorada é obrigada a se submeter a sua avaliação diária para decidir como agradar vossa majestade, o tratamento evolui para camisa de força e reclusão total, porque, né, ninguém aqui é sua nega e não somos obrigados.

 

 Leia também: Morar juntos antes do casamento: sim ou não?

 

INSEGURANÇA: na maioria das vezes a causa do machismo que busca na estupidez uma forma de disfarçar o medo que possui de ser menos do que a mulher espera.
Sintoma: se apresenta com pontadas firmes de ciúmes em sair com uma mulher maravilhosa demais e que pode despertar o desejo de outros homens, fazendo com que sua gata vire os olhos para um cara ~melhor~ do que você.
Tratamento: meu amigo, se você tem uma mulher linda ao seu lado e que lhe dá orgulho em apresentá-la aos amigos, use isso a seu favor e não contra. Desfile mexxxmo com ela, dê beijos em público e aproveite a delícia de ter uma mulher admirada. Acostume-se, ela sempre será desejada por outros. Mas pense, dentre todos os outros tarados ao seu redor ela escolheu você, e a menos que você a mantenha em cativeiro ou presa por um cadeado, você deve se orgulhar disso. Por fim, acredite, é muito melhor ter uma mulher elogiada do que criticada.

 

BOM SENSO (OU A FALTA DELE ): mal que atinge tanto homens quanto mulheres que por algum déficit intelectual acha que o mundo gira apenas ao seu redor, esquecendo-se que em um relacionamento tudo deve ser medido, flexibilizado e contemporizado.
Sintoma: no homem costuma se refletir em uma úlcera nervosa causada por não respeitar a individualidade da parceira, que já possuía seus hábitos de se vestir e uma imagem social estabelecida antes de começar a namorar. Já na mulher provoca um aumento incorrigível e insustentável de arrogância por ignorar totalmente as predileções do parceiro, considerando-se a rainha absoluta do universo e dona do relacionamento.
Tratamento: convenhamos, assim como há homens totalmente desequilibrados, também existem mulheres que não possuem nenhum senso crítico na hora de escolher o vestuário do dia. Mais do que sair “pelada de casa”, há um exibicionismo desnecessário (alimentado pelos instagrams da vida) que até constrange quem passa perto. Para você que pulou a lição que ensina que a sedução está no que se esconde e não no que se revela, tome gotas diárias de autoestima, dessa forma não precisará de cantadas grosseiras na rua para se sentir gostosa. Aos homens, um chazinho diário de inteligência para entender e respeitar a maneira de se vestir de sua companheira e aceitar que por qualquer que seja sua roupa, no fim, será sempre você o único a tirá-la, deve ser o suficiente para evitar os males da SDRC. Se não adiantar, por favor, volte ao tratamento do item 1 dessa receita.

 

P.S.: Se você é o detentor dos créditos de alguma das imagens utilizadas nesse post, entre em contato. Teremos o maior prazer em creditá-las à você.

 

Estilo a dois | Versão 2015

Oi gente!

O Estilo a dois finalmente voltou de férias. \o/ Estávamos precisando desse tempinho longe da Internet para dar uma descansada e refletir sobre novas formas de continuar melhorando o blog. Para isso, pensamos em algumas ações que poderão facilitar a nossa comunicação com vocês que sempre nos dão tanta atenção, e entre elas, está essa aí debaixo. É só a apresentação, mas já é o primeiro de muitos vídeos que virão do nosso canal no YouTube.

Esperamos que gostem. Estávamos com saudade de voltar a postar.

E ah, para ver em HD basta alterar no cantinho direito do vídeo: detalhes > qualidade > HD.

 

Beijos