Quem é você?

mascara1

Quem é você que acha que 18 é idade para se decidir alguma coisa, especialmente aquilo que fará pelos próximos 35 anos?

Quem é você que acha que ser bem sucedido é igual a ganhar mais do que você precisa e não fazer aquilo que realmente valoriza?

Quem é você que acha que uma vida ideal é se formar aos 20, se casar aos 30 e ter uma família margarina aos 40?

Quem é você que acha que uma mulher tem menos vontade de transar do que o homem e por isso não deve chamá-lo para subir no primeiro encontro?

Quem é você que acha que sexualidade é opção? Alguém alguma vez já te perguntou se você queria ser hétero?

Quem é você que acha que todo mundo quer ser pai? E quem é você para criticar aqueles que são, independente da idade?

Quem é você que acha que todo homem gosta de futebol e que toda mulher sonha em se casar?

Quem é você que acha que ser bonito é vestir um manequim 36 ou desfilar um tanquinho na praia?

Quem é você que acha que o deficiente físico merece mais compaixão do que o seu respeito? Já pensou que não há dificuldade mais limitante do que a moral (ou a falta dela)?

Quem é você que acha que ser chefe é falar mais alto, humilhar e oprimir, sem entender o que de fato seja liderar?

Quem é você que acha que uma mulher precisa casar virgem? E quem é você que acha que ela não tem o direito a isso se ela quiser?

Quem é você que acha conhecer alguém apenas pela roupa que veste, pela maneira que fala ou pela música que ouve?

Quem é você que acha que não se pode ser feliz sozinho e que ser solteiro é solidão, não opção?

Quem é você que acha que é preciso ser cristão para ter fé? E quem é você para julgar a forma que cada um tem de crer, mesmo que não creia em nada?

Quem é você que acha que alguma vida vale mais do que outra? E quem é você para achar que tem o direito de tirá-las?

Quem é você que acha que humanidade está ligado a raça, credo, sexo ou cultura? Alguém já definiu caráter por gênero?

Quem é você que acha que é preciso ser padrão para ser aceito?

Quem é você para julgar sem conhecer? Quem é você para definir o que eu devo fazer?

Afinal, quem é você?

 

Créditos da ilustração: Mel Gross Cartoons

#FICAADICABH | Pátio Cervejeiro da Backer

ficaadica

 

 

 

 

templo1

Vocês devem ter visto que no último dia 20 foi nosso aniversário de 11 anos de namoro oown ❤️❤️ e, como sempre, mereceu uma comemoração especial. Na verdade, temos um combinado que cada ano é um da dupla a escolher a comemoração, sendo ano par o Patrick e ímpar o meu. Como era minha vez, escolhi de surpresa, pensando nele que ama conhecer todos os tipos de cervejas, o restaurante Templo Cervejeiro da Backer.

Inaugurado há pouco tempo, depois de uma reforma de R$ 6 milhões de reais 😱😱, o lugar tem chamado muita atenção por aqui e não é pra menos. Ele é simplesmente uma cervejaria ao lado de um belíssimo restaurante. Eles também oferecem uma visitação à fábrica – Maternidade Cervejeira, contando a história em um projetor e degustação de várias cervejas, além de um diploma no final (mais ou menos como a Baden Baden faz em sua fábrica em Campos do Jordão). O passeio à parte que não fizemos, (seria melhor durante o dia) custa em média R$ 45,00.

templo2

O restaurante é muito diferenciado. O projeto de design ficou encantador. Posso dizer que foi um dos restaurantes mais bonito que já fui em BH. Infelizmente as fotos não fazem jus ao lugar. Logo na entrada vimos uma fonte e um tapete vermelho estendido. Você tem a opção de ficar nas charmosas varandinhas (onde venta um bocado), mas escolhemos ficar na parte de dentro. Que bom gosto na decoração, fiquei encantada! A música ambiente muito agradável e a iluminação de LED muito original.

Para começar o Patrick escolheu uma régua de cervejas diferentes, ao todo 5 tipos de cervejas artesanais de vários tipos. São copinhos de shot, mas que dá para ter uma boa ideia dos sabores (R$ 12). Para petiscar, pedimos uma porçãozinha de linguiças um pouco apimentadas, com batatas e molhos especiais. Achei um pouco caro para o que foi entregue (R$ 42). Mais tarde pedimos filé ao molho de gorgonzola, acompanhado de deliciosos tipos de pães. Estava muito gostoso e é uma porção bem servida para duas pessoas (R$ 59) (não sei se foi porque já não estávamos com aqueeeela fome). Tomei um suco delicioso de morango em uma garrafinha que deu vontade de trazer pra casa (R$9) e Patrick algumas Backers 600 ml. (R$ 16,00)

templo3

Não pense que é um lugar barato, vi pratos individuais de R$70 reais, mas tem coisas mais em conta também, depende do quanto está disposto a pagar. Achei o preço das bebidas razoável. O lugar compensa cada centavo investido porque simplesmente é uma experiência diferenciada em BH. Para se ter uma ideia, tem até serviço de vigias de carro gratuito!! (sem flanelinha extorsivo😍).

Futuramente queremos voltar para uma visita à fábrica que deve ser incrível.

templo4

 

yukai5

 

 

 

Rua Santa Rita, 220 – Olhos D’Água (Saída para o Rio)

Telefone: 3228-8888

Horário de Funcionamento: Almoço de segunda a domingo, de 11:30h até 15h. Para jantar e happy-hour, das 18h até a 1h.

Aniversário de namoro | Ele, Ela e o mundo

Se ele tivesse escolhido, o namoro talvez não teria sido sua primeira opção. Mas quem disse que a gente escolhe esse tipo de coisa? Ainda mais com ela, uma leonina de raça pura com toda a realeza que seu horóscopo desconfia e que sua autoestima tem certeza. Se era um jogo de dois, o dono do apito não seria ele. Partiria dela. Se, e somente se, ela quisesse, começaria. Para o bem dessa história ela quis. 11 anos atrás.

Ele ainda tinha muitas dúvidas. Novato e ainda se ajustando, tudo era novo e diferente. Ela, por outro lado, já reinava. Líder, capitã da equipe e até garota da tocha. Hoje não parece muita coisa. Mas na época era o ápice que a hierarquia escolar permitia. Nasceu estrela e de DNA global.

Mas se os opostos se atraem os diferentes se completam e de esquina em esquina, 43 dias depois, eles deram o próximo passo. O que começou escondido ganhou alvará, com direito a almoço com o sogro, recados nas paredes e mãos dadas no recreio.

O tempo foi passando. E se faltava maturidade, sobrava vontade de descobrir o que era aquilo que nascia a partir do carinho e respeito mútuos. Uma troca generosa, em que ele ensinava a ela como tirar o melhor do mundo e onde ela ensinava a ele em como tirar o melhor de si mesmo. Uma troca que ele nunca poderá esquecer, pois tem certeza que jamais seria metade do homem que é se não fosse por ela.

O namoro de escola amadureceu com o passar dos anos. Juntos, descobriam todas as maravilhas de um amor infantil. Da inocência, da necessidade de paciência e do desatino da aparência. Superaram a instabilidade dos hormônios da adolescência. Não sem dificuldade. Brigas aconteceram e até um término. Que não durou mais do que 48 horas, já que a distância era a maior das penitências para quem desde os 14 anos se acostumou com a delícia de se ter com quem compartilhar.

Cresceram juntos, erraram e acertaram juntos e se encontraram juntos. Onde, em algum momento, faltou compreensão, transbordou amor, esse sentimento indefinido, verbo, substantivo e adjetivo que jamais existiria em primeira pessoa. Juntos (sempre), descobriram a força do “nós”. De como ele faz bem pra mente e do tanto que isso acalma a alma.

E hoje, assim como todos os dias em que completam aniversário de namoro, ele comemora também o nascimento de uma pessoa melhor que ela ensinou a ele como ser. Ela sempre foi sua fonte de razão, sua maior paixão e a grande inspiração e por isso, nesse dia ele não espera presente, pois não pode existir nada mais valioso do que ela deu a ele 11 anos atrás. A chance de ser dois, que sempre será mais do que um. Afinal, como alguém muito inteligente disse a ele uma vez, amar é ter poder. E ele se sente a pessoa mais poderosa do mundo por ser capaz de ter a ela para amar, de todas as formas que uma mulher como ela possa merecer.

 

UPDATE:

Amor,

Desculpe atrapalhar esse post maravilhoso, mas não podia deixar de vir aqui agradecer a ternura e carinho das suas doces palavras. Ter lido a nossa história contada dessa forma tão especial me fez voltar no tempo e ter ainda mais certeza do quanto sou abençoada por ter um companheiro e amigo tão maravilhoso como você. Nunca pensei que algum dia eu seria capaz de amar alguém do jeito que eu te amo, o que sinto só cresce a cada dia e mal posso esperar para passar o resto da minha vida ao seu lado. Que venham os próximos 11, 22, 33, 44… anos! Amo muito você.

VÍDEO | TAG ELE E ELA

Quem é mais carinhoso? Quem é mais ciumento? Quem se apaixonou primeiro? Essas e outras perguntas estão no novo vídeo do blog, uma tag que fizemos inspirada no canal da Taciele Alcolea e que se chama Ele e Ela. Um bate bola sobre a nossa história, mas sob dois pontos de vistas diferentes. Será que as respostas bateram? Clique no play e confira.

Quem quiser assistir em HD, (com uma qualidade muuuito melhor) basta clicar em Detalhes > Qualidade > 720p HD.

Esperamos por vocês. E não se esqueçam de se inscrever em nosso canal. \o

 

MODA FEMININA | Qual óculos de sol combina com meu formato de rosto?

oculos

Todo mundo sabe que, além de ajudar com os problemas de visão, os óculos são importantíssimos acessórios de moda e servem para compor praticamente todo o tipo de look. Mas é claro que existem detalhes que podem fazer toda a diferença no caimento perfeito do óculos, como o cabelo e o formato do rosto. Por isso, encontramos uma matéria muito legal no site amomuito.com que resolvemos compartilhar, dando algumas dicas de como harmonizar os vários modelos desse acessório com o desenho de seu rosto. Se liga!

 

oculos4

 

Lembre-se ainda: para os óculos de sol, dê preferência aos que cobrem a sobrancelha para o sol não bater por cima e na hora de sorrir, teste se o óculos não se levanta ao mexer a bochecha. O encaixe do nariz e o apoio das hastes na orelha devem ser confortáveis e não machucar.

 

 

Roupa suja se lava em casa e ponto

roupasuja1

Alguém certa vez disse: “nem tudo são flores.” Não sei dizer precisamente sobre o que o anônimo autor se referia, mas é possível afirmar que o relacionamento seria certamente uma das alternativas mais prováveis. Afinal, em qualquer união de seres diferentes, ter um ou outro desentendimento é algo bastante natural. E se os momentos de alegria e prazer ajudam a apertar o laço de afinidade que fortalece a relação, é de fato a superação de brigas e momentos de crise que definirá o futuro do romance, seja como um relacionamento duradouro ou um flerte passageiro.

Mas se os conflitos são inevitáveis, e serão ao longo da convivência, a forma de tratá-los deve ser a mais harmoniosa e respeitável possível, sendo sempre (SEMPRE!) resolvidos na intimidade do casal. Ta certo que todo mundo tem um melhor amigo com quem gosta de conversar e pedir conselhos. Faz parte. Há de se ter cuidado com a opinião dessa pessoa que está de fora da relação, mas em geral e com bom senso não tem problema. O que na verdade é um problemão é a mania que alguns casais têm de dar “shows pitiáticos” em público, na frente de amigos ou estranhos. Sinceramente, poucas coisas na vida são mais feias do que isso.

 

roupasuja3

 

Por isso, se você não escolhe hora ou lugar para armar o seu barraco (que dó de seus amigos), listamos três motivos simples para que reflita sobre o porque de não brigar em público.

 

1) Lugar de lavar roupa suja é em casa e ponto final. Ditado da vovó e tão autoexplicativo que não carece de definição. Mas se pareceu complexo, eu explico. Se você gosta de chamar a atenção dos outros de qualquer forma, se inscreva em um reality show, mande um carro de mensagens para si mesmo ou use a velha e boa melancia, mas não inclua ninguém dentro dessa. Faça um favor aos dois e não se exponham ao ridículo. Além do conflito criado com a (o) parceira (o), ainda ficará taxado como o barraqueiro desequilibrado por quem presenciou a cena. Problema dobrado.

2) Ninguém tem culpa da sua vida ruim. Não constranja seus amigos. Desculpe, mas não há forma bonitinha de dizer isso. Se você acha legal bancar o valente na frente de todo mundo, saiba que ninguém que assiste a isso acha bonito. Pelo contrário, ficam todos constrangidos, querendo dar o fora e sem saber como agir, evitando “meter a colher”, mas profundamente incomodado. Seus amigos não merecem isso. Poupe-os desse papelão.

3) Pense antes de falar. Evitar uma discussão imediata pode ser uma boa forma de você ganhar tempo para refletir a respeito do ocorrido e conseguir ponderar melhor sobre o problema antes da discussão. Agir por impulso pode agravar muito uma situação que não deveria ser para tanto. Lembre-se, uma palavra falada é como uma flecha lançada. Não volta atrás.

 

Leia também: Homens e a síndrome da roupa curta

Por essas e outras use todos os milhões de neurônios que Deus e a Teoria da Evolução lhe deram e tenha maturidade para administrar um conflito e esperar para estarem sozinhos antes da briga inevitável. Pode ser que até lá, o ímpeto do conflito arrefeça e afinal, nem seja mais essa crise toda.

 

P.S.: Se você é o detentor dos créditos de alguma das imagens utilizadas nesse post, entre em contato. Teremos o maior prazer em creditá-las à você.