Carta ao filho que ainda vou ter

88 Flares Twitter 0 Facebook 88 Pin It Share 0 Google+ 0 88 Flares ×

bb

 

Victor (seu nome quase me custou o amor de sua mãe)

Provavelmente, quando você tiver idade para ler essa carta, irá se perguntar por que eu não deixei um arquivo codificado na nuvem ou uma mensagem holográfica. É verdade, carta é velharia hoje em dia. Mas desculpe seu pai. Velhos hábitos nunca morrem – pergunte a sua mãe, ela tem uma caixa cheia delas. Reconheço que métodos mais modernos já existam, mas ainda não criaram nenhum tão capaz de demonstrar afeto. Talvez porque sentimento seja uma palavra de significado grande demais para caber em 140 caracteres.

E você sabe: se tem uma coisa que seu velho gosta é de conversar. Ou escrever. Não importa. Mas hoje será diferente. Juro! Não me demorarei por aqui mais do que o necessário. Nessas poucas linhas que traço, deixo aquilo que de mais fundamental esperaria de você.

Não, não vou começar com velhos sermões. Você é homem. Sei que sua personalidade será sempre aquilo que irá te definir e não vou influenciar você além do que meus próprios genes podem ter influenciado. Cresça e viva sua vida. Da maneira como quiser. Mas nunca seja arrogante a ponto de ignorar aquilo que pode lhe fazer melhor. Por isso, deixo aqui uma ou duas palavras que eu aprendi com o tempo, e que te ofereço como o que de melhor eu poderia lhe deixar.

1 – Você pode fazer absolutamente tudo em sua vida. Mas saiba que cada ação irá lhe cobrar igualmente uma consequência. Presenteie com uma flor e ganhe um convite a subir ao quarto dela. Agrida e será agredido. Com qual consequência você está disposto a viver?

2 – Um homem precisa de 2 coisas para ter sucesso profissional: conhecimento e confiança. Invista no primeiro e você terá êxito no segundo.

3 – Não coloque o sucesso profissional como o primeiro lugar de sua lista de prioridades. A felicidade plena poderá muito bem ser encontrada em outras caixas.

4 – Respeite. Todos e a cada um. Você, definitivamente, não é obrigado a gostar de todo mundo, mas é obrigado a tratar a todos com respeito e civilidade. É o mínimo que se espera de um bípede de polegar opositor vivendo em sociedade. Embora muitos ainda não consigam tal proeza.

5 – Ouça. Acredite, as pessoas adoram falar de si. Mas poucas têm paciência para ouvir a história do outro. Você aprenderá muito mais ouvindo e observando do que falando.

6 – Na dúvida, dê sapatos. Sempre funcionou comigo.

7 – Jamais perca a oportunidade de fazer um elogio. Sem puxa-saquismo ou interesse. Reconhecimento e gentileza nunca sairão de moda.

8 – As mulheres têm possessão por controle. Desconfio que seja fisiológico. Então a deixe deliberar sobre 80% das coisas sem importância pra você e interfira nos outros 20% que de fato importam. Ela continuará se achando dominante, você terá sua influência garantida e o relacionamento, acredite, estará equilibrado.

9 – Desconfie do cara que lhe disser que algo é impossível. Provavelmente é um fracassado que não deseja a alguém o sucesso onde ele falhou.

10 – Cuide de sua mãe. Jamais existirá no mundo um ser que lhe dê mais amor do que ela. Mães são seres luz. Deixe que ela te ilumine.

11 – Valorize seus amigos. Se a família é o alicerce, os amigos são o andaime que te ajudarão a chegar ao topo. E tenha sempre ciência que não é a frequência que fortalece a amizade. É a cumplicidade. Alguns dos maiores amigos de seu pai só são vistos anualmente.

12 – Não confie em coito interrompido. Não faça promessas que você não conseguirá cumprir.

13 – Seu nome é uma homenagem a uma divindade extraterrena. Não o envergonhe.

14 – Jamais confunda qualidade com quantidade. É um dos piores erros que um jovem pode cometer. E talvez o mais cometido.

15 – Cuidado ao julgar. Sempre que o fizer, se coloque no lugar do julgado e tente sentir como ele se sentiria com aquilo. Ao mesmo tempo, não se omita. Tenha opinião. A vida é chata por causa das verdades não ditas.

16 – Cobre-se. Sempre! Tentar ser uma pessoa melhor a cada novo dia deveria ser um exercício coletivo diário. Vivemos em uma época de inúmeras pressões (e deverá ser pior na sua juventude), então se acostume a elas e procure extrair de si sempre um pouquinho mais.

Faça o melhor da sua vida, meu filho. Busque sempre o equilíbrio e tenha bom senso, coisas que andam em falta nas prateleiras da vida moderna. Poderia falar mais alguma coisa sobre como abrir sutiãs e passar camisas sociais, mas creio que em sua época esses processos estarão mais facilitados. E se não tiver, confio em suas habilidades, que acredito serem congêneres.

Mal posso esperar para te ver.

Um beijo do pai.

24/09/2014

 

88 Flares Twitter 0 Facebook 88 Pin It Share 0 Google+ 0 88 Flares ×

Estilo a dois

28 Comments

  1. Lindo demais, me emocionei….disse tdo senhor Patrick. Mas infelizmente só aprendemos errando, porém podemos tentar mininizar os erros ensinado. Bjosss

  2. Muito boa, ele vai se orgulhar do pai ao ler essa carta!
    Detalhe pro item 12 kkkkkkkkkkkkkkkk, concordo com todos eles, exceto a parte de sapatos, acho que só se aplica a 99,9% =)

  3. Hahahahaha…
    Sensacional!!! Conselhos que fazem parte dos meus ideais; talvez por isso o fato de eu admirar tanto você.
    E a melhor parte foi a do final, do sutiã!! Kkkkkk…rachei de rir!
    Parabéns pelo texto! Vocês se superam a cada post.

  4. Primeiramente dei uma risada alta quando li Victor. Lembro direitinho de você falando numa mesa de bar: meu filho vai se chamar Victor! hahaha
    “Segundamente” : “Alguns dos maiores amigos de seu pai só são vistos anualmente.” Posso me sentir incluída nessa? <3
    Aliás estou com saudades de vocês! Vamos marcar algo esses dias?
    Beijos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *