O relacionamento ao lado é sempre mais verdinho?

49 Flares Twitter 0 Facebook 49 Pin It Share 0 Google+ 0 49 Flares ×

grama

Há certas coisas que são comprovadamente da natureza humana: reclamar da segunda, cantar no chuveiro, evitar as balizas e principalmente, comparar o seu relacionamento com namoro “perfeito” do casal conhecido. Confesse. Você pode nunca ter mencionado a ninguém, mas no seu âmago mais profundo já passou pelo menos aquele filete de inquietação do tipo: por que meu namorado não é tão carinhoso quanto fulano? Por que minha namorada não interage com meus amigos quanto a namorada do ciclano? Como eu gostaria de ter a mesma liberdade que o casal de beltrano.

Sabe o antiquíssimo ditado que diz que o jardim do vizinho é sempre mais verdinho? É isso, salpicado de dúvida, insegurança e a tendência eterna de não valorizar aquilo que se tem. Talvez essa história tenha começado com Eva, que entediada de comer o sempre honesto e saudável arroz com feijão de Adão, resolveu morder logo o fruto proibido na esperança de provar alguma coisinha diferente fora dos muros de trepadeira do Éden.

E tal como a história antiga nos mostra, essa pode nem sempre ser uma boa ideia. A proposta de um relacionamento perfeito é, naturalmente, muito atraente. E por mais que pareça algo incomum, é uma história contada a nós todo santo dia, seja no cinema, na publicidade, nas revistas ou novelas. Alguém é capaz de imaginar Jolie arrotando na mesa de jantar com Brad e suas 47 crianças? Ou o Príncipe William esquecendo o aniversário de seu casamento com a Kate? Eu não, afinal eles parecem tão limpinhos e perfeitos que se não os considerassem produtos de comercialização da mídia, seria capaz de jurar que eram então androides vindos de uma civilização superior.

anglbrad

Esse relacionamento perfeito, pelo menos como nos é mostrado todos os dias, acredite, não existe. Sabe por quê? Por um motivo simplicíssimo: o ser humano não é perfeito. Individualmente já temos nossos 7, 8 ou 9 pecados capitais. Somos invejosos, ciumentos, orgulhosos. Imagine então juntar dois desses seres? O resultado é uma equação de desequilíbrio constante, onde sempre precisaremos retocar aqui e apertar ali. Faz parte. Somos nós em estado bruto.

Isso não quer dizer que sejamos piores do que alguém. Não. É normal. Não quer dizer também que jamais seremos felizes com outra pessoa, pelo contrário. Encontrar a felicidade e o prazer da vida a dois a partir de todos esses desencontros é o que faz de uma relação verdadeiramente especial. É o que motiva a continuar compartilhando, dividindo e distribuindo, mesmo quando o nosso instinto natural seria se fechar em uma redoma e consumir todo o nosso prazer sozinho. São essas as pequenas vitórias que vencemos contra nós mesmos que nos fazem nos apaixonar a cada dia pelo outro.

Por isso, não pense que o jardim do vizinho está mais bonito do que o seu. E se parecer mais atraente, pode ser porque eles acabaram de passar por uma poda violenta, eliminando as pragas e cortando as mudas podres para poder se reerguer, mais lindo e saudável do que antes, mas sempre vulnerável a novas doenças. Além disso, o jardim do outro será sempre o jardim do outro. Você não conseguirá entrar até lá para entender como de fato é a relação entre eles, que pode ser totalmente diferente daquilo que você imagina. Portanto, ao invés de se comparar com o namoro da amiga que parece um conto de fadas, procure encontrar a beleza dentro do seu próprio relacionamento. É como um autor desconhecido certa vez disse: “Se a grama do vizinho parece mais verde, talvez você esteja olhando demais para a dele e esquecendo de regar a sua”.

 

 

 

49 Flares Twitter 0 Facebook 49 Pin It Share 0 Google+ 0 49 Flares ×

Estilo a dois

6 Comments

  1. Simplesmente amei esse texto! Concordo com tudo que disseram. Algumas vezes prestamos atenção demais no que os outros casais fazem e que você e seu namorado não fazem, ao invés de tentar melhorar o seu próprio relacionamento. Esse é um erro muito comum entre os casais. O blog está cada dia melhor, assuntos muito interessantes, to adorando, apesar de eu ser suspeita!! Rs. Parabéns mais uma vez pelo blog e que cada dia tenha mais sucesso. Grande beijo pra vocês!!

    • Oi Lu!
      Vc é sempre muito carinhosa com o blog e com a gente. Obrigado pelo comentário fofo.
      É sempre bom saber que nossos leitores estão gostando do conteúdo.
      Um beijo.

  2. Gente, como não conheci o blog de vocês antes? Textos muito bons, dá vontade de ficar horas aqui lendo tudo!
    Excelente esse post, pra refletir mesmo!
    Beijo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *