Nossos votos | Dele para ela

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Pin It Share 0 Google+ 0 0 Flares ×

14370207_1742354886029930_5461267993249397500_n

“Meu luar.

Em quase todas as culturas que habitaram o planeta a lua sempre teve papel capital. Em muitas ela assumiu identidades divinas. Já foi Isis, já foi Diana, já foi Shiva. Em outras influenciou no momento da caça, da pesca e da plantação. E em quase todas foi e continua sendo nossa principal baliza determinante do tempo –  tempo, esse nosso companheiro de tantos carnavais e de tão lindas memórias.

Seu ciclo, dividido em fases marcam as etapas da vida humana. Mas poderia também marcar a etapa de nossa vida. A Nova, no caso, seria o início. Um pedido de namoro adolescente, 12 anos atrás. Assim como a lua, ela ainda era escura, misteriosa. Como sua face escondida do sol nosso relacionamento era algo que não sabíamos o que seria, desconhecido, sem visão de futuro. Mas para nós bastava. Nosso único compromisso era entre nós mesmos e a felicidade morava logo ali, entre uma e outra rua do Santa Inês, sem cobrança, sem pressão, sem a tão distante vida adulta.

Mas, assim como a face visível da lua, nossas ambições também cresceram. De Nova passou a Crescente. De namorico passou a namoro sério. Novas obrigações e desafios exigiram mais. Mais cuidado, mais presença, mais amor. Namorar deixou de ser nossa única função, mas continuou sendo nossa principal busca por felicidade.

E hoje, como a lua perfeita a iluminar esse céu, chegamos a fase Cheia. Tão mística, tão reveladora e tão fascinante. Hoje, minha lua, nos casamos. Hoje nos abrimos completamente um ao outro, nos desnudamos de qualquer segredo e nos revelamos de corpo e alma. Hoje, todas as crateras são visíveis, sem máscara, sem sombra, e o lado oculto de cada um começa a ser evidente. Mas hoje também é quando começamos a viver a luz em estado pleno e que nos deixa vislumbrar um futuro mais nítido. Um futuro de doação, de amor que se constrói, de respeito absoluto e de confiança inabalável. De união, tão forte como a força das marés. Aliás, que a lua cheia de hoje aja em nossa vida como age no mar que tanto amamos, trazendo ondas de afeto desmedido e levando pra longe as impurezas de um relacionamento destrutivo.

Que possamos viver intensamente essa fase tão esplendorosa da vida. Uma fase cheia de luz e rodeada, como hoje, por pessoas que amamos. E que quando começarmos a viver a fase Minguante, que essa nos traga a serenidade de um amor tranquilo, que encontrou sossego no peito e no coração do outro. Que saibamos que o amor aquece, mas também abranda e também acalma, sem deixar de ser amor.

Hoje, meu chamego, me caso com a minha lua. Ela, sempre um farol natural a orientar os viajantes – já ilumina o meu caminho há 12 anos. Mas dessa noite em diante será pra sempre somente a minha guia, minha companheira de jornada, me afastando da solidão até nas horas mais escuras.

Hoje, encontrei você. E prometo não te deixar ir embora pela manhã quando o sol chegar.

Minha Lu, minha luz, minha lua.

Com amor, Patrick. ”

 

 

 

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Pin It Share 0 Google+ 0 0 Flares ×

Estilo a dois

One Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *