Quem casa quer casa | Em busca do apartamento perfeito

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Pin It Share 0 Google+ 0 0 Flares ×

f7880bf0-5c0b-4cb0-9155-b4edd64123a9

Quem casa quer casa, já dizia mamãe Ana. E agora, faltando pouco mais de 30 dias pro casório esse tem sido nosso principal ponto de discussão. Confesso que esperávamos que fosse mais fácil, até pelo cenário econômico no qual a oferta é gigante e os preços tendem a diminuir, mas a verdade é que aliar a expectativa de tudo que sonhamos com a realidade do que encontramos é um desafio importante a superar. E olha que nosso perfil nem é tão difícil assim.

Desde muito cedo havíamos decidido pelo aluguel ao invés da compra. E por mais que seja difícil explicar pra quem sempre achou que “quem compra terra não erra” e que “alugar é dar dinheiro pros outros”, para nós parecia óbvio. Razões não faltam: primeiro por não nos agradar a possibilidade de acordar todo dia sabendo que temos a dívida de um financiamento altíssimo para pagar por 20 anos ou mais! É uma sentença pesadíssima! Sem contar o momento de alto juros do mercado. O aluguel, se passarmos por um período de desemprego ou coisa do tipo nos da a flexibilidade de buscar algo mais acessível sem um vínculo grandioso desses. Ah, a flexibilidade, inclusive, é o principal atrativo. Somos jovens de modo que não há nada perto do definitivo em nossas vidas. Se amanhã aparecer um emprego legal em outro canto do país ou do mundo simplesmente entregamos o apê e partimos pra outra. Sem estresse de parcela ou ter que procurar vender. Hoje valorizamos em absoluto nossa qualidade de vida, e isso inclui passar menos tempo no trânsito e mais tempo entre a gente. Então procuramos por um apê pequenininho, ajeitado e bem próximo do nosso trabalho, de modo que possamos ir a pé ou de bike. Já pensou no que isso representa? Poder acordar mais tarde, chegar do serviço mais cedo, não passar aperto com busão lotado na hora do rush e até almoçar em casa. É tudo o que queremos. E se amanhã tivermos um filhote, beleza, mudamos de um apê de 2 quartos pra um de 3, talvez mais distante, mas até lá vamos acumulando uma gordurinha para quando criar patrimônio for de fato uma real necessidade. Hoje, definitivamente, não é o caso. Entendemos quem pensa diferente, mas para nós essa é uma decisão felizmente acordada.

14017667_1043070872409523_1504609413_n

Como amamos essa vista!

Com base em tudo isso juntamos os principais sites de aluguel da cidade e partimos a procura de um lar para chamar de nosso. A princípio, os itens imprescindíveis eram poucos: apartamento pequeno (já que seremos só nós 2 e passamos o dia todo fora), na região centro-sul (perto do trabalho), armários e pelo menos uma vaga de garagem livre e coberta. Só isso! Moleza, certo? Nem tanto. Já visitamos quase 10. Gostamos de uns 4 e apaixonamos por 2. Muitos são bonitos na foto, mas não tem nem uma Araújo por perto (se você mora em BH sabe que Araújo tem até no fim do mundo). Outros têm uma vista legal, mas o prédio por fora é meio caidão. E tem os lindos apaixonantes que geralmente são os mais caros e nos fazem repensar a verba disponível para moradia. Esses são f***, porque visitamos e amamos, de modo que já começamos a varrer o Pinterest pensando nas possibilidades de decoração até a imobiliária nos dar o retorno da proposta e fazer o sonho desmoronar. #triste

13942357_1043070305742913_847613498_n

Mas a saga continua! Com mais duas visitas agendadas seguimos atrás do nosso recanto do guerreiro. Afinal, semana que vem a cama já chega e ainda não temos um quarto para colocá-la.

 

Leia também: O primeiro móvel a gente nunca esquece

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Pin It Share 0 Google+ 0 0 Flares ×

Estilo a dois

12 Comments

  1. Acho a ideia de alugar o apartamento bem interessante também. Tenho certeza de que vocês encontrarão em breve um apê a cara de vocês. Enquanto isso aguardo o dia do Open House! Rs. Beijos, afilhados! <3

  2. Confesso que achei super válidas as justificativas para o aluguel. Até eu que sempre achei que era importante comprar o apê, comecei a repensar sobre. Já passei por essa saga de achar apartamento e é complicado mesmo! Mas tenho certeza que vai aparecer um cantinho perfeito pra vocês!

  3. Essa saga de procurar apartamento é muito ruim.. Achar um apartamento bom, de preço que podemos pagar e numa região melhorzinha (perto do trabalho normalmente) é mto cansativo. Mas não desistam que uma hora aparece!!! E vou querer ir no apê novo conhecer depois!
    Fiquei meses para encontrar o meu, e enfim achei um mais ou menos do jeito que eu queria, e hoje sou muito feliz nele. Mas sem o compromisso de ter que ficar lá caso em passe em um novo concurso em outro lugar.

    • Sem dúvida, Thais.
      Sabíamos que não seria fácil, mas a procura sempre vale a pena.
      É paciência e fé, mas na hora certa ele aparece. rs
      E apareceu.
      Um beijo e obrigada!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *