Séries – House of Cards

19 Flares Twitter 0 Facebook 19 Pin It Share 0 Google+ 0 19 Flares ×

Figura4

Uma das melhores coisas de ser aficionado por séries de TV é que elas se proliferam como coelhos e sempre aparece outra legal depois que aquela que você ama termina, te dando a chance de descobrir novas e boas histórias. Depois do luto pelo fim de Breaking Bad e aguardando o início da terceira temporada de Orange is The New Black e a quinta de The Walking Dead (que está voltando, para nossa alegriiiaaa), começamos a assistir mais um grande sucesso do Netflix, o drama político do poder, House of Cards.

Com duas temporadas disponíveis, House of Cards é uma série para os fortes. Ambientada em Washington, centro político americano, a série gira em torno do congressista Frank Underwood e mostra os movimentos de sua corrida estratégica para derrubar seus oponentes políticos em busca do poder absoluto. Tudo começa quando Frank, depois de trabalhar duramente na eleição do Presidente dos EUA recebe uma promessa (ser promovido a Secretário de Estado) que não é cumprida pelo presidente após sua eleição, estourando aí um desejo brutal de vingança pelo deputado. Um a um, Frank está à caça e como jogador nato que conhece como poucos as regras do jogo político, ele não descasará enquanto não conseguir o que quer.

Figura1

Mas não se preocupe. Embora a força motriz do seriado seja a vingança, ele não se assemelha a Revenge. Nesse caso, outros elementos estão em jogo e a apresentação do lado sujo da política movida pelo desejo mais puro de ambição é que darão o tempero necessário a House Of Cards e que fazem dela uma série vencedora.

Quer outros argumentos para assistir? Então leia abaixo.

– O deputado Frank, protagonista da série é interpretado simplesmente por um atorzinho chamado Kevin Spacey, o homem que tem na estante da sala entre os porta-retratos da família duas estatuetas do Oscar.

– A técnica narrativa do seriado faz com que Underwood interaja várias vezes com o telespectador, como em Alfie – O Sedutor. Porém, nesse caso não é apenas uma questão de estilo, é uma escolha consciente que valoriza o caráter vencedor do personagem. É como se Frank virasse para nós e falasse: “vou engolir aquele merdinha. Assista e aprenda!”

– House of Cards tem ainda uma ótima sequencialidade da história. Não há “buracos” na trama, mas o alto número de personagens exige de você atenção aos milhares de jogos de cena que estão acontecendo ao mesmo tempo em cada episódio.

– A produção é fantástica. Muito bem trabalhada e digna dos melhores filmes do gênero. Nesse caso, por exemplo, é mais verossímil do que Homeland.

– A mulher de Frank, Claire Underwood (Robin Wright), representa a extensão do poder do deputado e além de linda, imponente e classuda está maravilhosa no papel.

Se gosta do gênero de séries políticas e inteligentes com disputa pelo poder, House Of Cards tem tudo pra entrar na sua lista das queridinhas. Assista e nos fale o que achou.

 

Figura2

19 Flares Twitter 0 Facebook 19 Pin It Share 0 Google+ 0 19 Flares ×

Estilo a dois

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *