11 pequenas descobertas da vida a dois

Passados pouco mais de 7 meses desde o “sim” definitivo, estamos experimentando um mar de descobertas a cada novo dia. Viver a dois dividindo uma casa é também dividir momentos de extrema felicidade, algumas frustrações e outras coisas menores que serão parte fundamental de sua vida sem que ao menos se dê conta, como tirar o lixo e fazer as compras no sábado. E isso definitivamente não é ruim (pelo menos a maior parte, as vasilhas da pia são ruim sim). É uma nova rotina, diferente e simples, mas com detalhes nos quais estão escondidas as pequenas alegrias de uma vida a dois.

Por isso, abaixo listamos algumas dos detalhes que percebemos nesse pouco tempo, desde que nos mudamos da casa dos nossos pais para o nosso novo home sweet home. Alguém se identifica?

1- A velocidade bizarra que uma geladeira se esvazia depois de fazer supermercado.

 

 


2- Tirar o lixo é bem importante, mas ainda nos esquecemos dele várias vezes. (E infelizmente a quantidade de lixo que um simples casal é capaz de produzir!)

 

 

3- Se o parceiro não entrar na dieta, você não vai emagrecer. (Um salve pra batata recheada do último domingo a noite com Neflix).

 

 

4- Acordar e dormir ao lado de quem se ama é uma das melhores coisas do MUNDO. Fato!

 

 

5- As contas nunca param de chegar, por mais que você as pague todos os meses.

 

 

6- A liberdade de não ter de dividir a TV com a novela da sua mãe é mágica (mas ainda sim às vezes tem o tal canal de futebol do marido. P.S.: alguém me explica a necessidade de ver um jogo repetido que você já sabe o resultado? )

 

 

7- Dar faxina não é tão romântico como nos filmes do cinema.

 

 

8- A personalidade do casal não muda. Somos exatamente iguais a antes do casamento, só que mais próximos, mais companheiros e mais apaixonados.

 

 

9- É difícil guardar dinheiro com tantos sonhos e possibilidades a realizar.

 

 

10- A saudade dos seus pais é um temperinho maravilhoso para os encontros com eles.

 

 

11- A sujeira das vasilhas é exponencial, nunca acaba. Pior do que as contas.

 

 

12- As plantas morrem se não regá-las. Essa descoberta foi bem triste na verdade.

DICAS | Presentes Dia dos Pais até R$ 100

pais

Acredite se quiser. Metade do ano já se foi e o dia dos pais já está batendo à nossa porta. E como sabemos bem que muitos dos presentes dos papais são comprados pelas mamães, nada melhor do que um post por aqui para ajudar na escolha. Afinal, a intenção é inspirar os que, assim como nós, ainda não compraram o presente do papito e estão com a grana curta, (reflexo da criiiise, amigo) mas com uma grande vontade de não deixar a data passar em branco.

Olha só.

Figura2

 

 

1 – Kit Churrasco Imaginarium      2 – Alpargatas Havaianas     3 – Kit garrafinhas de Chocolates Brasil Cacau     4 – Kit Cervejas Backer    5 – Sapatênis Dafiti

MODA MASCULINA | Inverno para eles

invernomasc

Comentamos aqui no post de nossa ida à Lavras Novas (naquele frio de lascar) sobre a oportunidade perfeita para a mulherada usar e abusar dos trench coats, cachecóis e todo o aparato que o nosso frio tropical nem sempre permite. Mas se as mulheres ficam lindas e charmosíssimas com as roupas de inverno, há também peças que vestem bem o público masculino no frio, conjugando elegância, estilo e conforto. Duvida? Então se aprochegue.

 

invernomasc2

O cardigã é uma das peças que mais gosto, embora concorde que ele realmente divida opiniões. Já ouvi muito amigo falando que não usaria, principalmente pra dar aquela sacaneada básica em quem está usando. Tremenda bobagem. Talvez eles pensem assim por ser uma peça muito usada pelo público feminino, o que definitivamente não é um problema, afinal, rotineiramente usamos peças unissex.

Pois bem, voltando ao que importa, um dos principais diferenciais do modelo é sua versatilidade, o que é ótimo para o guarda-roupas masculino, uma vez que não dispomos de tantas peças como as garotas. É importante saber combinar e o cardigã permite isso, podendo ser usado tanto com camisa social, gravata ou camiseta básica por baixo, até jaquetas ou blazers por cima. Ou seja, vai de uma situação mais informal até a mais formal ou do frio de doer até um clima de temperatura média menos ensolarado.

Para não errar, sugiro ter uma cor neutra, do tipo preto ou azul marinho. É fácil variar e combinar com as outras peças.

 

invernomascm

Já o suéter não tem questionamento. É peça básica que não pode faltar como opção para o homem em dias frios. Também pode ser usado em diferentes combinações, seja sobre uma camisa lisa gola careca ou camisas sociais. Nesse caso, inclusive, uma opção muito na moda há algum tempo é apostar em suéteres de gola em V. Esse modelo com camisas sociais com o último botão desabotoado não tem erro.

Novamente, cores mais neutras são garantia de acerto para os mais tradicionais. Porém, é bem possível arriscar o suéter com listas ou em estampa de losango.

 

invernomascn

Uma das coisas que mais gosto no blazer é sua capacidade de transformar totalmente um look, deixando até uma combinação mais básica com um visual mais moderno e descolado. Naturalmente, não estamos falando do terno e seu conjunto calça, camisa social e gravata. O lance aqui é uma proposta mais urbana, onde o blazer entra como um protetor do frio, mas que pode ser usado em qualquer situação, como para trabalhar durante o dia ou sair a noite. Para ambos os casos, fica ótimo com calça jeans e tênis, ou sapatos esportivos. Se com camisa social por fora da calça ou camiseta lisa fica a gosto do freguês. Ambas são ótimas opções.

 

Créditos fotos Patrick: Bruno Silva Fotografia

Moda masculina | Com pelo ou sem pelo? Eis a questão

depilac3a7c3a3o

Lisinho, aparado ou Tony Ramos? Preferências à parte, pelos masculinos compõe um tema cabeludo (me desculpe pelo trocadilho infame) desde a era das cavernas. E se no tempo de nossos primos Neandertais os cabelinhos sobre o corpo tinham importante função fisiológica, nos protegendo das intempéries da natureza e do clima hostil, hoje eles andam mais sem função do que apêndice.

Alto lá! Sem função coisa nenhuma. Há quem defenda o estilo urso. O principal argumento (dizem) é a virilidade a flor da pele, a masculinidade em estado bruto do homem HOMEM, como diz a propaganda do Old Spice. Outras vão além e falam da função ergonômica dos pelos, diminuindo o atrito “corrosivo” da pele com pele na hora do sexo. Os pelos seriam então uma espécie de acolchoamento natural do macho.

Do outro lado temos o padrão Men’s Health (tenha um tanquinho sarado como o do modelo da foto em apenas 7 dias!!). Muito defendido pelos nadadores de plantão, a moda do corpo raspado (ou depilado) parece ter pegado geral e emplaca uma multidão de fãs que veem na higiene o principal argumento.

hm

Eu, como homem e hetero, confesso ter pouco conhecimento de causa para atestar sobre esse ou aquele que é mais bonito ou atraente. Os homens e mulheres que quiserem, por favor, fiquem a vontade para nos contar sua opinião nos comentários abaixo. Em todo o caso, a discussão aqui é outra. Não se trata de raspar ou não os pelos do corpo, mas sim de falar que você, nobre amigo, que quiser raspar, PODE sim fazer isso. Juro. Sem problemas. Sem stress. Sem “virar gay”. Isso, ao contrário do que seus amigos podem dizer, não “é coisa de homossexual”. (Na verdade acho que é justamente o oposto).

Dar uma aparada nos pelos do peito, axila ou do púbis é algo absolutamente normal. Se sua parceira prefere assim, melhor ainda. Que tal fazer uma surpresa pra ela? Ao contrário do instinto primitivo que fala dessa tal masculinidade do homem peludo, não acredito que virilidade seja decidida pelo aspecto do corpo, mas sim pelo seu comportamento. Então, sem neura.

Figura15

Hoje o mercado oferece inúmeras maquininhas portáteis e sem fio que você pode comprar e usar tranquilamente, quase como um barbeador. Não machucam e resolvem o problema de modo prático. É a opção que prefiro. Mas se quiser tem também a depilação (que confesso não ter experimentado, prefiro a opção indolor) que dura mais tempo e retira o pelo completamente (a máquina da uma aparada quase zero, mas ainda é possível perceber alguns pelinhos).

Inevitavelmente mais higiênico, já que reduz os pelos que podem reter suor ou sujeira e ficam, na maioria das vezes, abafados pelo calor da roupa, dar aquela aparada pode ser uma ótima opção para surpreender a gata. Aos old school, não estou aqui fazendo apologia aos sem pelos. Se você é peludo e curte assim, ótimo! Mantenha e seja feliz. Mas se você quer passar a máquina e ficar igual bumbum de neném, não se reprima! O corpo é seu e você tem todo direito de deixá-lo da forma que lhe faz feliz.

 

P.S.: Se você é o detentor dos créditos de alguma das imagens utilizadas nesse post, entre em contato. Teremos o maior prazer em creditá-las à você.

Moda Masculina | Tipos de barba para cada formato de rosto

Figura12

Faça amor, não faça a barba. Esse é o lema que tem ganhado cada vez mais adeptos nos últimos anos quando o assunto é beleza masculina. Se por um tempo ostentar aquele pelo espesso na cara era sinal de descaso, falta de higiene e até estereótipo de classe social inferior, hoje, meu amigo, ser barbudo é a última moda.

O eleitorado feminino é um dos maiores entusiastas dessa tendência, talvez inspirado pela exibição aparentemente mais robusta da figura masculina ou algum resquício primitivo do desejo neandertal. Ainda assim, o tema rende discussão. Se há mulheres que adoram um ursinho peludo, há também quem prefira beijar bochechas lisinhas igual bumbum de neném. Também não podemos nos esquecer dos indissolúveis problemas com alergias na pele que atacam a homens e mulheres.

Ta certo que essa é uma questão importante até certo ponto. Porque convenhamos, se o cara for o Rodrigo Hilbert ele pode aparecer com barba, sem barba, careca ou com meio quilo de arroz grudado nos pelos da cara que eu duvido que a mulherada ligará. Mas se você, assim como eu, não é o marido da Fernanda Lima, então é melhor saber como usar esse “acessório” como ponto positivo. E é aí que entra os tipos de barba que melhor se adaptam a cada tipo de rosto.

A ideia é simples. Valorizar aquilo que deve ser valorizado e disfarçar aquilo que deve ser disfarçado. Para isso, você tem que ter uma mínima noção sobre o formato de seu rosto – quadrado, redondo, triângulo invertido, ovalado. Se você tem um espelho em casa, essa não será uma missão muito difícil.

 

1 – Barba por fazer

1

A queridinha das mulheres. Com pelos curtos e ligeiramente desajeitados, a barba por fazer suaviza os traços do rosto e ainda dá aquela cara, “acordei e não me barbei para sair, ó como sou despojado.” Ideal para rostos quadrados, suavizando o jeito robusto da face.
Obs.: barba por fazer não é sinônimo de barba desgrenhada. Cuide-se.

 

2 – Barba cheia

6

A evolução da barba por fazer, agora com pelos longos e bem aparado nas laterais. Combina com rostos triangulares, pois ajuda a disfarçar a diferença de proporção do rosto, deixando-o mais homogêneo.

 

3 – Barba completa com volume no pescoço

2

A evolução da barba cheia, agora, sem limites. Ocupando mais o pescoço do que a bochecha, esse tipo é interessante para rostos redondos, pois alongará o formato da face. Mas cuidado, se a barba tiver também muito grande para os lados pode deixar o rosto ainda mais arredondado.

 

4 – Barba Old Dutch

5

Super na moda. Tem inclusive se tornado um tipo de uniforme para publicitários e geeks em geral. De inspiração retrô, possui muitos pelos, que se intensificam na parte debaixo do queixo. Se adapta bem a praticamente todos os formatos, com exceção do triangular, pois pode alongar demais o rosto.

 

5 – Bigode e Cavanhaque

4

Há quem goste (não é o meu caso). O bigode até está relativamente na moda, com essa onda moustache de virar suas pontas para cima. Combina com rostos triangulares, pois aumenta a largura da face e do queixo. Já o cavanhaque, com seu formato quadrado vai melhor em rostos redondos, pois ajuda a diminuir os traços circulares.

E finalmente, se você nasceu com o rosto ovalado, pode se considerar um grande sortudo, pois é esse o tipo de rosto mais eclético possível e que cai bem com praticamente todos os formatos de barba.

Agora, é só analisar qual o formato de seu rosto, escolher um barbeado e andar por aí desfilando seu charme Hilbertiano!

 

P.S.: Se você é o detentor dos créditos de alguma das imagens utilizadas nesse post, entre em contato. Teremos o maior prazer em creditá-las à você.

 

Carta ao filho que ainda vou ter

bb

 

Victor (seu nome quase me custou o amor de sua mãe)

Provavelmente, quando você tiver idade para ler essa carta, irá se perguntar por que eu não deixei um arquivo codificado na nuvem ou uma mensagem holográfica. É verdade, carta é velharia hoje em dia. Mas desculpe seu pai. Velhos hábitos nunca morrem – pergunte a sua mãe, ela tem uma caixa cheia delas. Reconheço que métodos mais modernos já existam, mas ainda não criaram nenhum tão capaz de demonstrar afeto. Talvez porque sentimento seja uma palavra de significado grande demais para caber em 140 caracteres.

E você sabe: se tem uma coisa que seu velho gosta é de conversar. Ou escrever. Não importa. Mas hoje será diferente. Juro! Não me demorarei por aqui mais do que o necessário. Nessas poucas linhas que traço, deixo aquilo que de mais fundamental esperaria de você.

Não, não vou começar com velhos sermões. Você é homem. Sei que sua personalidade será sempre aquilo que irá te definir e não vou influenciar você além do que meus próprios genes podem ter influenciado. Cresça e viva sua vida. Da maneira como quiser. Mas nunca seja arrogante a ponto de ignorar aquilo que pode lhe fazer melhor. Por isso, deixo aqui uma ou duas palavras que eu aprendi com o tempo, e que te ofereço como o que de melhor eu poderia lhe deixar.

1 – Você pode fazer absolutamente tudo em sua vida. Mas saiba que cada ação irá lhe cobrar igualmente uma consequência. Presenteie com uma flor e ganhe um convite a subir ao quarto dela. Agrida e será agredido. Com qual consequência você está disposto a viver?

2 – Um homem precisa de 2 coisas para ter sucesso profissional: conhecimento e confiança. Invista no primeiro e você terá êxito no segundo.

3 – Não coloque o sucesso profissional como o primeiro lugar de sua lista de prioridades. A felicidade plena poderá muito bem ser encontrada em outras caixas.

4 – Respeite. Todos e a cada um. Você, definitivamente, não é obrigado a gostar de todo mundo, mas é obrigado a tratar a todos com respeito e civilidade. É o mínimo que se espera de um bípede de polegar opositor vivendo em sociedade. Embora muitos ainda não consigam tal proeza.

5 – Ouça. Acredite, as pessoas adoram falar de si. Mas poucas têm paciência para ouvir a história do outro. Você aprenderá muito mais ouvindo e observando do que falando.

6 – Na dúvida, dê sapatos. Sempre funcionou comigo.

7 – Jamais perca a oportunidade de fazer um elogio. Sem puxa-saquismo ou interesse. Reconhecimento e gentileza nunca sairão de moda.

8 – As mulheres têm possessão por controle. Desconfio que seja fisiológico. Então a deixe deliberar sobre 80% das coisas sem importância pra você e interfira nos outros 20% que de fato importam. Ela continuará se achando dominante, você terá sua influência garantida e o relacionamento, acredite, estará equilibrado.

9 – Desconfie do cara que lhe disser que algo é impossível. Provavelmente é um fracassado que não deseja a alguém o sucesso onde ele falhou.

10 – Cuide de sua mãe. Jamais existirá no mundo um ser que lhe dê mais amor do que ela. Mães são seres luz. Deixe que ela te ilumine.

11 – Valorize seus amigos. Se a família é o alicerce, os amigos são o andaime que te ajudarão a chegar ao topo. E tenha sempre ciência que não é a frequência que fortalece a amizade. É a cumplicidade. Alguns dos maiores amigos de seu pai só são vistos anualmente.

12 – Não confie em coito interrompido. Não faça promessas que você não conseguirá cumprir.

13 – Seu nome é uma homenagem a uma divindade extraterrena. Não o envergonhe.

14 – Jamais confunda qualidade com quantidade. É um dos piores erros que um jovem pode cometer. E talvez o mais cometido.

15 – Cuidado ao julgar. Sempre que o fizer, se coloque no lugar do julgado e tente sentir como ele se sentiria com aquilo. Ao mesmo tempo, não se omita. Tenha opinião. A vida é chata por causa das verdades não ditas.

16 – Cobre-se. Sempre! Tentar ser uma pessoa melhor a cada novo dia deveria ser um exercício coletivo diário. Vivemos em uma época de inúmeras pressões (e deverá ser pior na sua juventude), então se acostume a elas e procure extrair de si sempre um pouquinho mais.

Faça o melhor da sua vida, meu filho. Busque sempre o equilíbrio e tenha bom senso, coisas que andam em falta nas prateleiras da vida moderna. Poderia falar mais alguma coisa sobre como abrir sutiãs e passar camisas sociais, mas creio que em sua época esses processos estarão mais facilitados. E se não tiver, confio em suas habilidades, que acredito serem congêneres.

Mal posso esperar para te ver.

Um beijo do pai.

24/09/2014

 

Moda Masculina | Mocassim

Imagem1

Se você é homem e já saiu da puberdade, está na hora de deixar os Nike Shox e demais tênis de “molinha” pra academia. Com tantas opções de marcas e modelos disponíveis no mercado, não se justifica mais aquela bobagem cultural de que homem só precisa de 2 pares de sapatos, um pra sair e outro pra trabalhar. O calçado é hoje um dos principais artigos de diferenciação em qualquer produção, principalmente masculina, já que não tem muito como fugir da bermuda ou calça jeans. Portanto, diversifique. Além de higiênico você verá o tanto que um bom calçado pode mudar sua apresentação.

Por isso, hoje falarei de um dos modelos que mais tenho e que deveria ser regra em todo guarda-roupas masculino, principalmente num país tropical como o nosso: o mocassim (não confunda com os Docksides, falaremos sobre eles depois).

Imagem6

Seja um modelo mais casual, em tecido ou plástico ou social em couro, o mocassim possibilita diversidade de usos e aplicações para os mais diferentes momentos. Para o trabalho, com alfaiataria e jeans ou para um passeio ao shopping de bermuda e camisa social ou polo, o calçado se ajusta a todas as situações, garantindo uma combinação de estilo, elegância e masculinidade.

As regras para uso são muito simples. E a principal delas é o bom senso. Você não vai sair com camisa de time em cima e mocassim em baixo. Assim como meia. Evite usá-lo com meia. Sobretudo as brancas de cano alto. Pode parecer o Michael Jackson. Há quem use com meias soquete, transparente ou da cor da pele, mas sinceramente, acho que mocassim foi feito pra usar sem meia. Nada que um Baruel e um bom rodízio de sapatos não resolvam. Além disso, esse modelo fica ideal com calças mais ajustadas na boca, tipo skinny. Vale até dobrar um pouco a barra da calça para não cobrir o calçado e achatar a silhueta. Calças de sarja e camisa de manga comprida dobrada também são ótimas e deixam o look mais despojado. Ah, mocassins são ideais pra dirigir.

mocassimlooks2

Se você ainda não tem um, experimente. É confortável e estiloso. E você ainda vai contribuir para um mundo longe dos mitos que compõem o vestuário ideal do macho-cowboy-do-Hollywood-puro-sangue-pegador.

P.S.: Se você é o detentor dos créditos de alguma das imagens utilizadas nesse post, entre em contato. Teremos o maior prazer em creditá-las à você.

 

Moda Masculina | Cortando o cabelo | Barbearia Seu Elias

Decidi. Tava na hora de dar um tapa na peruca. Depois de um tempo só aparando as pontas quando a Lu reclamava que estava bagunçado e sem corte, resolvi aproveitar esse período de férias e mudar um pouco o visual. Pra quem já foi cabeludo, careca, moicano, arrepiado, mudar não é um problema. É empolgante e revitaliza o rosto. Além do mais, corte nenhum é definitivo, então se não gostar é só andar um tempo de boné e cortar diferente mês seguinte.

seu elias1

Como feito nos últimos 8 meses desde que conheci por meio do Instagram, fui à Barbearia Seu Elias, um espaço com inspiração nas barbearias da década de 60 voltado exclusivamente para o tratamento capilar masculino. Na primeira vez que fui ao Seu Elias levei a Lu comigo e o atendimento e cuidado que eles tiveram deixou até ela, acostumada a frequentar centros de estética femininos, impressionada. E na época a barbearia ainda era sediada em uma estrutura muito mais modesta. Hoje, com mais de 200 m², estacionamento para clientes, WiFi, ar condicionado e TV’s com programação esportiva o espaço oferece o que há de melhor em Belo Horizonte para o atendimento ao homem moderno. Não à toa a Barbearia Seu Elias é hoje a principal referência da cidade e faz a cabeça das celebridades mundiais do esporte como Neymar, Ronaldinho Gaúcho e Messi.

seu elias2

Um dos grandes diferenciais que vejo também ao ir à barbearia é a possibilidade de termos acesso a outros tipos de corte, além do tradicional que se encontra em todo salão de bairro. Esse é o grande barato pra quem curte uma proposta mais ousada no cabelo. Cortes mais elaborados, como o Militar, Razor Part e Undercut, que são tendências atualizadíssimas da moda já são feitas pela equipe Seu Elias e com certeza contribuem para um estilo mais original da clientela que frequenta. Talvez por isso, mais da metade do público da barbearia seja jovem.

Mas enfim, vamos ao corte. Minha intenção era sair do cabelão sem corte nenhum para o Undercut, que é um corte mais baixo nas laterais e com mais volume no topo da cabeça. No meu caso, não queria radicalizar demais, até por ser a primeira vez que corto assim, então pedi pra não tirar muito dos lados. Em todo o caso o Elias foi tirando aos poucos na tesoura e teve como ir avaliando o jeito que mais me agradava. Seguindo a sequência corta, corta, puxa, corta, seca no secador (nunca tinha visto isso antes de cortar por lá), vai à cadeirinha que lava, lava, volta, seca com o secador de novo, spray, modela e mil caretas depois, voilá: tinha finalmente o cabelo que queria.

 

seu elias7Pra quem ficou curioso o corte na barbearia custa R$ 40 com o Elias e R$ 28 com a equipe que também é fera.

Obs.: Outra coisa que me esqueci de mencionar e que achei o máximo. É um lugar que dá pra cortar o cabelo e ir trabalhar depois sem ficar todo pinicando ou cheio de cabelinhos. Sei por que foi o que fiz e deu certo.

Eu curti o resultado. Na próxima vez que tiver pensando em mudar o visual vale a pena passar por lá e testar novos estilos de corte. Aliás, isso me inspirou a falar sobre opções de cortes masculinos no blog. Em breve teremos um post sobre o tema.

seu elias8

| Créditos: As fotos são da nossa queridíssima amiga blogueira Dani Cruz, do Days of Dani. Além do acervo próprio Seu Elias.

Moda Masculina | Gravata Slim

 

gravata15

Se você é homem, minimamente sociável e mora em qualquer lugar maior do que uma caverna, provavelmente possui em algum lugar do quarto pelo menos uma gravata. Acessório indispensável ao guarda roupa masculino – seja para o uso diário ou para eventos esporádicos, a gravata foi se ajustando, ao longo das décadas, aos padrões estéticos da moda. Se até o início do século XXI o modelo tradicional (+ ou – 9,5 cm) era soberano, a partir de 2010 outros tipos começaram a ganhar força. E entre eles o que mais gosto e uma boa dica para os homens de plantão (e para as namoradas preocupadas com o estilo do love): a gravata slim.

O tipo slim é um modelo consideravelmente mais fino do que a gravata normal. Geralmente suas medidas giram entre 4 e 6 cm de largura. Por ser uma variação mais descolada o padrão slim permite a utilização em combinações menos formais, como calça jeans, camisas estampadas, sapatênis (com ressalvas) ou sem paletó. Contudo, este tipo de acessório pede, obrigatoriamente, um traje mais ajustado (ou slim fit), seja terno, jeans e/ou camisa, responsável por deixar o conjunto mais harmônico.

Mesmo sendo cada dia mais popular há ainda quem necessite de algumas dicas para se sentir seguro com o modelo slim. Abaixo algumas sugestões e formas de usá-la:

DSCF1062

gravata3Para pessoas muito musculosas, grandes ou acima do peso o acessório pode ficar desproporcional em relação ao seu usuário. Quem é corpulento fica mais elegante com a gravata comum (que já está mais estreita do que sua versão dos anos 90).

gravata4

Se for usar a gravata slim com um blazer ou paletó certifique-se que as lapelas do paletó são do tipo estreito. As largas ficam desproporcionais, parecendo que o terno é de uma época e a gravata de outra.

gravata13

gravata5

Como mencionado, o tipo slim se adapta bem às camisas com estampa. Nesse caso, porém, escolha uma gravata lisa. O mesmo vale ao contrário, camisas lisas ganham destaque com gravatas estampadas. Estampa + estampa até pode dar certo, mas é uma combinação ousada. Na dúvida, seja prático. Camisa e gravatas lisas também combinam. Uma dica é usar tom sobre tom, como gravata preta sobre camisa preta ou gravata vinho sobre camisas rosa. Ah, gravata slim preta sobre camisa branca + terno preto é uma combinação impecável. O terno ajustado e a gravata mais fininha tira aquela cara de segurança de boate e é uma referência atemporal de elegância.

gravata6

gravata7

Não é porque o modelo é mais moderno que você poderá mudar o ponto onde a gravata acaba. Nesse caso a regra é universal: a ponta sempre deverá chegar até a fivela do cinto.

gravata8

Como esse tipo de gravata já é naturalmente mais estreita indica-se que o nó dado seja também mais fino. Por isso, opte por um nó simples, com apenas uma volta.

Sem título-3

gravata10

Já existem modelos com todo tipo de estampa imaginável, mas eu prefiro os desenhos médios ou pequenos (microestampa). Os muito grandes podem ficar estranhos em uma gravata tão fina. As de micropadrão, microestampa e listradas vão bem com quase tudo, mas na dúvida, vá de preta lisa.

gravata11

gravata12

Não sendo muito largo, não tem problema nenhum. Admito que não simpatizo com o acessório, mas é inegável que ele ajuda a proteger a gravata de uma série de acidentes, como cair na comida ou molhar na pia do banheiro.

gravata16

 

 

Look Duplo – Almoço de Domingo

p1Pros dias ensolarados do fim de semana nada melhor do que um look fresquinho pra passear com o boy. Por isso, em uma dessas saidinhas para almoçar aproveitamos pra fotografar como sugestão de look duplo.

Na ocasião, (mega informal) usamos um look mais casual e descontraído. No dele, tons neutros, um tênis esportivo, bermuda e camisa dobrada, para ficar mais despojado. No meu, saia estampada, blusinha de malha, um colete preto com tachas (#amosoutachas) e uma anabela preta, mais alguns milhares de acessórios que não vivo sem. Look simplinho, mas que pra um almoço de domingo ou um passeio no shopping pode ser uma boa dica.

 

p6

dela2(Blusa  Riachuelo – Saia C&A – Colete Renner – Sandália C&A – Bolsa Brás SP)

p7dele

( Camisa Renner – Bermuda Riachuelo – Tênis New Balance 2nd Floor)

p8

look duplo ok

 
CRÉDITOS: