Playlist do Mês – Corrida

playlist do mes

Nietzsche disse uma vez que “Sem a música, a vida seria um erro.” Nós concordamos com ele e por isso pelo menos uma vez por mês divulgaremos uma sugestão de playlist para vários tipos de ocasiões diferentes.

Hoje, complementando o post anterior, a seleção foi escolhida visando a descontração durante a prática de exercícios físicos! São 10 músicas empolgantes para dar aquela corridinha sozinha (o) ou ao lado do bem. Dá só uma conferida!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Curtiu? Têm outras sugestões? Posta aí!

Casal que se exercita junto emagrece junto

a8

Eu gosto de correr, ela de caminhar. Eu gosto de jogar bola, ela de nadar. Mas como podemos conciliar nossas diferenças em prol de um objetivo em comum: o bem estar físico? Simples. Pela antiquíssima arte da cooperação.

a7

Acredito que nunca passamos por uma fase onde a valorização do corpo e da saúde estejam tão em evidência. Nunca os centros de esportes foram tão frequentados e tivemos tantas academias (uma em cada esquina), nunca se leu tanta tabela nutricional de alimento e nem o hábito de treinamento individual participou tanto da rotina do brasileiro. Mas, tirando todos os excessos que a neura da insatisfação com o próprio corpo pode causar sabemos que a preocupação com a saúde corporal é justa e essencial. Além disso, o benefício estético também deve ser considerado. Afinal, todo mundo quer ser o mais bonito possível. Normal, faz bem pra autoestima e reflete diretamente no seu estado de espírito.

a3

E não é necessário ser um expert em educação física para perceber que a prática de exercícios em conjunto é, sem dúvida, mais estimulante. Por isso, tente conciliar suas atividades físicas com as do parceiro (a), estimule, crie horários, empurre ele da cama. No nosso caso, o propósito determinado da Lu em fazer academia pra valer me estimulou a buscar, mesmo com a total falta de tempo, atividades físicas que eu poderia curtir. E assim foi com a corrida. Hoje adoro e mesmo não sendo a atividade preferida dela (longe disso!), fazemos juntos algumas vezes. Em outras ela vai de bike ou patins. Cada um no seu ritmo, mas com o mesmo objetivo. Tente e você verá que uma corridinha de 40 minutos em volta da lagoa + uma aguinha de coco pode ser tão prazeroso quanto aquele cineminha de fim de tarde.

a4

E se não há nenhuma atividade que goste (o que acho difícil) ou se é um ser totalmente dominado pela preguiça (o que é bem mais provável), não desanime. Ouvi em algum lugar que a melhor maneira de descobrirmos qual exercício é a nossa cara através de tentativa e erro. Então tente. Cooper, bike, futebol, peteca, musculação… Uma hora o mosquitinho do amor te pica e você encontra o esporte da sua vida. Eu ainda pretendo tentar o tênis esse ano. Perdi o preconceito de que esse é um esporte pra ricos e estou querendo me aventurar. Vai que vicio também?!

a5