#ficaadicaBH | Viva o carnaval

farm-carnaval-cigana-e-baiana

Quem é de BH sabe que a folia já começou há muito tempo. Já tivemos vários ensaios de bloquinhos lotados, inclusive alguns foram até cancelados devido ao grande número de foliões querendo participar.

Não era tradição, mas de alguns anos para cá a festa foi pegando e ganhando tanta adesão que a cada temporada se torna ainda maior (e melhor).

E para quem vai ficar por aqui ou já quer antecipar a festa, selecionamos alguns locais onde a farra será garantida, com bloquinhos que prometem, além de dicas para se entregar à folia.

5

Dia 08 de fevereiro

BLOCO BUNDEIRANTES
Concentração: a partir das 11h
Praça JK – Av. Bandeirantes – B.Sion

ME BEIJA QUE EU SOU PAGODEIRO
Concentração: a partir das 11h
R. Almirante Tamandaré, 601 – Gutierrez

PERERECA ASSANHADA, ASSANHADA MAS DE FAMÍLIA!! Concentração: a partir das 12h
Praça São Francisco de Assis, 5 – Pampulha

 

Dia 14 de fevereiro

BLOCO DA CALIXTO
Concentração: a partir das 12h
Av. Bernardo Monteiro – esquina com Av. Brasil – Funcionários

DRAGÃO DA VILA SÃO JORGE
Concentração: a partir das 13h
Av. Silva Lobo, 1730 – Grajaú

QUEM NÃO SE COMUNICA, SE TRUMBICA!
Concentração: a partir das 13h
Av. Álvares Cabral, 400 – Lourdes

 

Dia 15 de fevereiro

ORDINÁÁÁÁRIOS
Concentração: a partir das 13h
Av. Pasteur, 10 – Santa Efigênia

BLOCO DO TCHA TCHA TCHA
Concentração: a partir das 15h30
R. Fernandes Tourinho, 317– Savassi

 

Lista Completa aqui!

 

Viva o Carnaval de Bh 2015, evento fechado no Parque das Mangabeiras, que contará com grandes blocos de dentro e fora de Minas Gerais. No dia 1 de fevereiro (domingo – 14h), os blocos Sargento Pimenta (RJ), Carrossel de Emoções (RJ), Baianas Ozadas (MG) e Me Beija Que eu Sou Pagodeiro (MG) levam a folia para o Parque das Mangabeiras (Av. José do Patrocínio Pontes, 580, Mangabeiras). Já no dia 8 de fevereiro (domingo – 14h), será os blocos Frevo do Mundo (PE), com Otto e BNegão, Pra Iá Iá (RJ), Chama o Síndico (MG) e Bloco da Calixto (MG).

 

Algumas dicas para não perder a #zuera

– Vá com roupas leves e confortáveis (meio óbvio, mas já vi meninas num salto que deu até dó).

– Não esqueça de se hidratar pra ressacar não te pegar.

– Cuidado com celulares e carteiras. Na muvuca os furtos se multiplicam.

– Para as meninas, levem sempre papel higiênico no bolso/bolsa porque os banheiros químicos não tem =( além de serem super nojentos.

– Sapatos fechados tipo tênis e sapatilhas são ótimos, já que o chão fica imundo e o pé fica sujo! Evite as rasteirinhas.

 

E vocês, vão passar aonde?

 

P.S.: Se você é o detentor dos créditos de alguma das imagens utilizadas nesse post, entre em contato. Teremos o maior prazer em creditá-las à você.

 

 

 

#FICAADICABH | Restaurante Xapuri

ficaadica

 

 

 

 

 

xa1

 

Quem é de Belo Horizonte provavelmente já ouviu falar do famoso restaurante Xapuri. Ele é conhecido em todo Brasil pela qualidade da comida de fogão à lenha, sendo sempre destino certo de celebridades quando visitam a capital. Localizado na região da Pampulha, o restaurante revolucionou a culinária mineira, oferecendo pratos tradicionais em versões mais leves.

Inaugurado em 1987 e reconhecido pela sua excelência na gastronomia mineira, o restaurante dispõe de um ambiente rústico, aconchegante, rico de flora natural, uma loja de artesanato de todo Brasil, hípica e atrações para as crianças. Os pratos são servidos à la carte e o precinho, naturalmente, não é o mais barato, o que já é de se esperar considerando o reconhecimento da marca Xapuri.

 

xa2

 

Fomos ao restaurante em uma sexta feira com um casal de amigos e escolhemos os dois pratos participantes do Circuito Gastronômico da Pampulha, evento de culinária que rolou até o último dia 23. Provamos como prato da carne de panela e outro da tira de costela. A carne de panela estava irretocável, suculenta e muito bem temperada. Já as tiras estavam um pouco ressecadas. É claro que o tipo da carne é diferente mesmo e talvez tenha sido algo pontual, mas considerando o nível do restaurante esperávamos mais desse prato. Em compensação, a farofa de banana que o acompanhou estava uma delícia!

 

xa3

Fomos numa sexta feira e antes da meia noite o garçom já havia nos perguntado se gostaríamos de pedir algo mais, pois a cozinha estava fechando. Achamos cedo para um fim de semana, mas como a proposta é ser mesmo um restaurante mais familiar, nos convencemos. Acredito que para um almoço de domingo a experiência com o lugar seja ainda mais interessante.

 

10733340_903429446334044_14230029_o

No geral concluímos que o Xapuri é um restaurante que todos os mineiros deveriam conhecer, pois é um expoente nacionalmente reconhecido de nossas tradições. E se você não for de Minas, também não deveria perder a oportunidade de ter uma experiência tão intensa com a cultura local, seja através da culinária, arquitetura, receptividade e atendimento. Talvez não seja esse o restaurante que melhor represente o nosso estilo, mas sem dúvida nenhuma é um passeio que vale a pena.

 

yukai5

 

 

 

R. Mandacarú, 260 – Braúnas, Belo Horizonte

 

MODA FEMININA | Como lidar com as sobrancelhas?

Se tem uma coisa que transforma o rosto de uma pessoa e que em muitas vezes não é tão levada a sério é a tal da sobrancelha. #casadevallfeelings. De um detalhe esquecido a personagem importante no rosto feminino, elas são fundamentais para compor a harmonia e expressão de cada pessoa. Por isso, se feitas de maneira errada, já era, não haverá make ou plástica que resolva e sua simples mudança pode promover um efeito brutal. Quer ver?

sobrancelhas
Eu já tive altos e baixos com a minha e pensando em ajudar mais mulheres como eu, vou dar algumas dicas:

* Tente seguir o formato original das suas sobrancelhas, pois alterá-lo demais as deixarão muito artificiais.
* Não afine demais as sobrancelhas, pois dão uma aparência envelhecida ao rosto (além de correr o grave risco da baranguisse)
* Eu uso e adoro o Duo para sobrancelhas da Contém 1g, além do kit para sobrancelhas da NYX.
* O lápis universal para sobrancelhas funciona muito bem também. Uso o da Vult e gosto muito, mas tem diversas marcas legais.

Leia também: O poder do rímel

Abaixo a figura explica de modo didático o que podemos fazer para definir o formato mais adequado ao nosso rosto.

 

sobrancelhas2

 

1 – Pegue um lápis ou pincel e meça o início dos olhos com a pontinha do nariz. Faça um traço para marcar onde começará a sobrancelha. Pince o que ficar de fora.

2 – Do ínicio do nariz, passando pelo meio da bolinha branca do olho, você encontrará onde a sobrancelha deve ter seu ponto mais alto (arquear).

3 – Meça do início do nariz até o final do seu olho e descobrirá onde a sobrancelha deverá terminar. Tire os pelos que ficarem fora ou complete se ficou curta demais.

Se você não quer se arriscar, não se preocupe. Hoje já possuem as Designers de Sobrancelha que fazem mágica no rosto das pessoas. Uma delas é a Carol Corrêa. Além de ótima e atenciosa, ela nos ajuda a entender melhor o formato do nosso rosto. Abaixo a Fan Page dela no Facebook para que possam conhecer melhor o seu trabalho.

Carol Corrêa: Fan Page

10387473_700909916660048_1161839119381516338_n

 

E aí, já conseguiram fazer as pazes com as suas sobrancelhas? Conta pra gente.

 

P.S.: Se você é o detentor dos créditos de alguma das imagens utilizadas nesse post, entre em contato. Teremos o maior prazer em creditá-las à você.

 

Interestelar | A ficção que não morreu

interestelar

Se na música quem não gosta de samba é ruim da cabeça ou doente do pé, no cinema quem não gosta de ficção científica é o que? Tá bom, temas espaciais não são tão unânimes assim, mas não é possível ignorar a força atemporal de clássicos intergalácticos como Star Wars e 2001 – Uma Odisseia no Espaço. E é essa inspiração que está muito presente em Interestelar, novo sucesso de Christopher Nolan, simplesmente o homem por trás de fenômenos como a trilogia O Cavaleiro das Trevas e A Origem.

interestelar1

Sempre entre as três primeiras bilheterias do Brasil ou do EUA, Interestellar (no original) é um épico espacial clássico, que aborda a trama astronáutica sem rodeios, com muitas e boas cenas do universo e do planeta visto de cima, personagens voando pela falta da gravidade, robôs e um bom visual da nave como um todo. Antes, porém, o filme explora o componente das relações humanas através de seu protagonista, o ótimo Matthew McConaughey (que pegou uma onda recente de grandes papeis) e vive o engenheiro espacial Cooper.

A atuação de McConaughey é fantástica, assim como a direção de arte, os milhares de efeitos e a sonoplastia. Essa última inclusive, pega carona também na criação de Gravidade, sucesso de 2013 e que também explorava muito os longos silêncios quando retratado o espaço sideral (aliás, para mim, melhor do que Interestelar). Contudo, em determinados momentos o excesso de explicação dos cientistas e a necessidade de conexão entre realidades diferentes faz com que o filme perca um pouco o ritmo, te fazendo dar aquela olhadela rápida no relógio.

interestelar2

Em todo o caso, é uma aventura que vale a pena ser assistida pela grandiosidade da história e pela estrutura densa e enérgica sempre presente em filmes do Nolan. Vá sem medo, curta as viagens do filme (em duplo sentido) e não espere tanta conexão com a realidade, afinal, se trata de uma verdadeira película com ficção na veia.

 

Sinopse do Omelete

Neste futuro de data incerta, a Terra sofre com uma grande praga que dizimou boa parte da comida do planeta, transformando tudo em pó. A fome e sofrimento fazem com que a NASA opere na clandestinidade e até as missões à Lua sejam desacreditadas nos livros de história. Quem fica feliz em saber que a agência espacial ainda está ativa é o ex-piloto Cooper que tem de escolher entre ficar na fazenda com a sua família na Terra ou viajar ao espaço em busca de novos planetas onde a humanidade pode ser reconstruída.

O elenco conta ainda com as presenças de Michael Caine, Casey Affleck, Ellen Burstyn, Topher Grace, Wes Bentley e Matt Damon, Anne Hathaway

 

 

 

#ficaadicaBH | Itatiaia Rádio Bar

ficaadica

 

 

 

 

 

itatiaia1

Domingo desses tiramos a tarde de sol para finalmente conhecer o lugar que provavelmente é um dos pontos mais badalados de BH nos últimos meses: o Itatiaia Rádio Bar. Com uma estrutura interessante, a casa tem 2 andares e conta com um imenso telão de mais de 4 metros que transmite jogos, além de diversas TVs espalhadas por todo o ambiente. Aliás, apesar de tocar outros ritmos, em som mecânico ou banda, a casa respira futebol e isso fica evidente ao perceber a decoração.

O público do bar é eminentemente jovem, que são motivados por uma atmosfera descontraída (varanda/deck, música de fundo e estrutura arejada – a boa receita dos bares da capital) de azaração regada a bons e gelados chopps.

Localizado em zona nobre e já tradicional do entretenimento de BH, rua Pium-í, Anchieta, o bar nos surpreendeu positivamente em relação ao preço e atendimento. Pedimos uma porção de Isca de Tilápia à Dore (bem servida para 2 pessoas), com 3 caipirinhas e alguns chopps (perdi a conta) e o preço não chegou a R$ 100. Considerando o custo de saídas do mesmo nível na cidade e pelo consumo, imaginamos que ficaria mais caro. Além disso, tudo de muita qualidade e saboroso (a isca de tilápia é uma baita dica. Deliciosa e sequinha. O atendimento foi cortez, mas como estava lotado, às vezes demorava.

Além da Tilápia, outros pratos como a costela suína com batata frita e molho barbecue (R$ 58,90, 500 gramas) e a porção de manjubinhas fritas (R$ 24,90) são especialidades da casa. O chopp carioquinha 300 ml era 5 e uns quebrados, a caipirinha era menos de R$ 9.

 

itatiaia2

 

Ambiente legal, música, comidas gostosas, atendimento ok, ambiente agradável, telões para jogos, varanda externa e segundo andar.

 

itatiaia3

 

Delícia de Isca de Tilápia à Dore, caipirinha e chopp carioquinha.

 

itatiaia4

 

 

yukai5

 

 

 

Rua Pium-í, 620, Anchieta, ☎ 2551-4844

 

 

 

 

Trash – A Esperança Vem do Lixo | Um filme para refletir

Figura1

 

Começou sem grande expectativa, afinal era um filme de aparência nacional (já começa daí o preconceito) com uma história próxima do clichê que protagoniza o cinema brasileiro – policial corrupto, favelado ladrão – e terminou com a certeza de que fomos ao cinema assistir a um dos melhores filmes do ano, com uma trama instigante e uma história deliciosamente emotiva e reflexiva.

Trash – A Esperança Vem do Lixo conta a história de Gardo, Raphael e Rato, 3 garotos que vivem em um grande lixão do Rio de Janeiro. A história começa com José Ângelo, personagem de Wagner Moura que durante uma perseguição policial joga sua carteira na caçamba de um caminhão de lixo.  No lixão, Raphael, um dos três adolescentes protagonistas, encontra a carteira preciosa com informações que provocam uma verdadeira caça ao tesouro, envolvendo política, corrupção, esperança e redenção. Nessa busca pelas informações dispostas na carteira, o trio passa por inúmeras adversidades, entre elas a polícia liderada pelo capacho do poder Selton Mello.

Embora dirigido por Stephen Daldry e roteirizado por Richard Curtis, o filme apresenta uma grande identidade tupiniquim. A prova disso está nos diálogos cheios de gírias e expressões verossímeis com o ambiente retratado. A direção de arte, com cenas passadas no lixão também são impressionantes e a forma como essa realidade, tão distante, mas ao mesmo tempo tão próxima foi apresentada me deixou verdadeiramente chocado. Aquilo é um mundo e é inimaginável que pessoas ainda morem nele.

 

Figura2

 

Contudo, apesar do grande alarde pela primeira filmagem com os dois principais astros do cinema nacional juntos – Wagner Moura e Selton Mello, foram os três garotinhos escolhidos para viver os protagonistas do filme que roubaram a cena. Em geral, não sou de me emocionar em filmes, pois entendo aquela como uma obra de ficção e entretenimento e a valorizo dessa forma, porém em vários momentos de Trash a emoção bateu forte. As dificuldades vividas pelos personagens (sinceramente, só o fato de ver a condição de vida dessas crianças já é profundamente tocante), o ritmo intenso da busca, as cenas fortes de violência e principalmente a cumplicidade e amizade entre eles provocam uma grande descarga emocional que vale a pena ser sentida.

Crítica, técnica e chatisticamente falando, esse não é o melhor filme que já vi, pois em alguns momentos apresentam algumas inconsistências e buracos na história. Mas como obra que cumpre aos desejos humanos por um entretenimento que lhe desperte alguma forma de sentimento, esse é sim um dos filmes mais tocantes que assisti. Uma peça que na pior das hipóteses o fará refletir um pouco depois de sair da sala do cinema. E se o filme conseguiu isso, meu amigo, ele já valeu o custo do ingresso.

 

 

 

Séries – House of Cards

Figura4

Uma das melhores coisas de ser aficionado por séries de TV é que elas se proliferam como coelhos e sempre aparece outra legal depois que aquela que você ama termina, te dando a chance de descobrir novas e boas histórias. Depois do luto pelo fim de Breaking Bad e aguardando o início da terceira temporada de Orange is The New Black e a quinta de The Walking Dead (que está voltando, para nossa alegriiiaaa), começamos a assistir mais um grande sucesso do Netflix, o drama político do poder, House of Cards.

Com duas temporadas disponíveis, House of Cards é uma série para os fortes. Ambientada em Washington, centro político americano, a série gira em torno do congressista Frank Underwood e mostra os movimentos de sua corrida estratégica para derrubar seus oponentes políticos em busca do poder absoluto. Tudo começa quando Frank, depois de trabalhar duramente na eleição do Presidente dos EUA recebe uma promessa (ser promovido a Secretário de Estado) que não é cumprida pelo presidente após sua eleição, estourando aí um desejo brutal de vingança pelo deputado. Um a um, Frank está à caça e como jogador nato que conhece como poucos as regras do jogo político, ele não descasará enquanto não conseguir o que quer.

Figura1

Mas não se preocupe. Embora a força motriz do seriado seja a vingança, ele não se assemelha a Revenge. Nesse caso, outros elementos estão em jogo e a apresentação do lado sujo da política movida pelo desejo mais puro de ambição é que darão o tempero necessário a House Of Cards e que fazem dela uma série vencedora.

Quer outros argumentos para assistir? Então leia abaixo.

– O deputado Frank, protagonista da série é interpretado simplesmente por um atorzinho chamado Kevin Spacey, o homem que tem na estante da sala entre os porta-retratos da família duas estatuetas do Oscar.

– A técnica narrativa do seriado faz com que Underwood interaja várias vezes com o telespectador, como em Alfie – O Sedutor. Porém, nesse caso não é apenas uma questão de estilo, é uma escolha consciente que valoriza o caráter vencedor do personagem. É como se Frank virasse para nós e falasse: “vou engolir aquele merdinha. Assista e aprenda!”

– House of Cards tem ainda uma ótima sequencialidade da história. Não há “buracos” na trama, mas o alto número de personagens exige de você atenção aos milhares de jogos de cena que estão acontecendo ao mesmo tempo em cada episódio.

– A produção é fantástica. Muito bem trabalhada e digna dos melhores filmes do gênero. Nesse caso, por exemplo, é mais verossímil do que Homeland.

– A mulher de Frank, Claire Underwood (Robin Wright), representa a extensão do poder do deputado e além de linda, imponente e classuda está maravilhosa no papel.

Se gosta do gênero de séries políticas e inteligentes com disputa pelo poder, House Of Cards tem tudo pra entrar na sua lista das queridinhas. Assista e nos fale o que achou.

 

Figura2

Moda Feminina | Pincéis essenciais pra make

post pinceis1

Maquiar com um monte de pincéis é mole, é lindo. Mas ter necessidade meeessmo, até que não tem não. Com poucos pincéis e a ajuda (maravilhosa) dos dedos dá para criar makes incríveis e ainda economizar a grana para comprar sombras, batons e outras cositas más fundamentais para uma boa maquiagem.
De todo o meu kit separei os 5 pincéis mais necessários para te ajudar a escolher. Vamos lá:

post pinceis6

 

1 – Pincel de cerdas sintéticas, grandão, gordão, fofão. Bom para passar pó e/ou base.

2- Pincel chanfrado grande e macio. Dá para passar blush, iluminador, fazer contorno…

3- O pincel chanfrado pequeno é ótimo para preencher sobrancelhas, aplicar sombra embaixo dos cílios inferiores e ainda passar delineador em gel.

4- Esse pincel é da Maria Margarida e eu amo! Tenho 3 dessa marca e eles são baratos e bons #ficaadica. Esse tem o corte chanfrado também, mas o tamanho é medio. Bom para sombras e côncavo.

5- Por último, mas não menos importante, o pincel de esfumar. Ele é indispensável para uma maquiagem natural e bem feita.

 

 

post pinceis3

Tenho esses pincéis que comprei no ebay, da Essence of Beauty. Os pincéis são duplos e além de economizar dindin ele economiza espaço.

Abaixo são meus pincéis. Nem tenho tantos assim, mas acho mais do que suficientes. Esse potinho de guardar veio com um kit de pincéis inspirado na coleção da Sigma. Comprei no ebay, aqui o link.

1975144_788931791117144_459388973_n

 

Ah, querem mais dicas sobre produtos pra make? Então não deixem de passar no Cinderela de Mentira. O blog da Ana Luiza sempre apresenta dicas incríveis, com resenhas de produtos de todos os tipos. Eu adoro e sempre acesso na procura de uma novidade quentinha, com qualidade e bom preço. Clique aqui e confira.

 

Atrações para o fim de semana

Sexta feira, gente! Dia de agradecer aos céus e começar a planejar o movimento para o fim de semana que se aproxima. Por isso, listamos algumas boas atrações para serem curtidas no sábado e domingo, seja ao lado do amore ou em turma:

 

2

Se você não é de Belo Horizonte a dica mais apropriada que podemos dar é realmente o cinema. Há opções que acabaram de entrar em cartaz, como o nada romântico e muito explosivo Os Mercenários III (Patrick adora e eu odeio) que tem Hollywood inteira no elenco. Há também o Tartarugas Ninja que estreou há uma semana e já é o líder em bilheteria no mês, ultrapassando Guardiões da Galáxia (apesar do filme não ter lá uma boa crítica pelos veículos especializados). E por fim Sex Tape: Perdido na nuvem, com Cameron Diaz. Uma comédia em casal com cara de comédia. Clichê, mas animada, com alguns pontos à favor a respeito de um casal que tem um filme íntimo exposto na “nuvem”.

tartarugas

 

 

4

Nossa opção! Vamos conferir de perto esse sábado o show do Emmerson Nogueira que toca no Chevrollet Hall em Belo Horizonte os maiores sucessos desde a Versão Acústica lançada em 2001 até o novo álbum de músicas inéditas. O Show com Orquestra é regido pelo Maestro Lui Coimbra, e mostra o refinamento dos seus arranjos junto com a banda de Emmerson. Ainda restam alguns ingressos. Para quem quiser, corre e tente garantir o seu. A gente AMA! #romancefeelings

emmerson

 

 

3

Pra quem curte um jazzinho o Projeto Aqui Jazz que acontece uma vez por mês promove no domingo, dia 24, mais um encontro musical. Desta vez, o grupo Take Five recebe a cantora Babaya e o cantor, compositor e instrumentista Renato Motha. O show acontece na Praça JK – Parque Municipal Juscelino Kubitschek (Av. Bandeirantes, s/n – Sion), às 11h. E o melhor? Com entrada franca.

aqui jazz

 

 

1

Agora se você curte o bom e velho Rock’n Roll essa é a sua cara. Poucas horas mais tarde, ainda no domingo, dia 24, será realizado a partir das 15h o 1º Festival de Rock de Belo Horizonte que promete agitar a galera na Praça Geralda Damata Pimentel, na Pampulha. As bandas Tianastácia, Mais 80 e o músico João Estrella são as atrações confirmadas. Essa não da pra perder. Ainda mais de graça.

rock

E aí, qual vai ser a boa?

 

P.S.: Se você é o detentor dos créditos de alguma das imagens utilizadas nesse post, entre em contato. Teremos o maior prazer em creditá-las à você.

#ficaadicaBH – Exposição Genesis | Sebastião Salgado

ficaadicabh

 

 

 

Figura1

O fim de semana graças a Deus já bate à nossa porta. É hora de afrouxar a gravata e descer do salto (ou subir, dependendo da proposta) e programar os melhores compromissos para o tão breve weekend. Por isso, deixamos pra hoje uma dica incrível, que já estávamos ansiosos em postar, porém que ainda não havíamos tido tempo de ver in loco. Trata-se da exposição Genesis, do aclamado fotógrafo mineiro Sebastião Salgado e que está disponível no Palácio das Artes, aqui em BH.

Figura3

Na última terça feira pudemos conferir de perto o trabalho valioso do fotógrafo, que tem nas imagens em preto e branco sua marca registrada. Genesis é uma coleção de fotografias de todo o planeta, dos lugares mais gelados aos mais incandescentes, totalmente inóspitos ou com abundância de vida nativa. A proposta da exposição, que tem curadoria de sua esposa, Lélia Salgado, é mostrar áreas ainda sem a presença da vida moderna, o planeta como existiu, em essência, onde a natureza reina absoluta.

As imagens são verdadeiramente maravilhosas. De perder o fôlego. Como em todo trabalho do artista, que já conquistou os mais importantes prêmios da fotografia mundial, há sempre a crítica ao uso demasiado da edição em suas fotos. Isso seria a nota não tão legal. Em algumas imagens, a presença do Photoshop é clara, o que pode incomodar um pouco, uma vez que a exposição se propõe a mostrar o planeta nativo como ele é, logo, perfeito em sua imperfeição. Porém, como entretenimento, a exposição é um show, com cenários belíssimos, ângulos inusitados, muitos, muitos pinguins fofos e a sensibilidade característica do mestre Sebastião.

Infelizmente, como o segurança deixa claro na entrada, não é permitido fotografar ou nem mesmo usar o celular dentro da galeria, portanto, faltou o registro fotográfico, mas colocamos algumas imagens da exposição para atiçar a curiosidade de vocês.

1
A visitação irá até o dia 24 de agosto, de terça a sábado, das 9h30 às 21h, ou domingo, das 16 às 21. Ah, pra fechar com chave de ouro, a exposição é inteiramente gratuita. Nada mal para um programinha em final de mês, não é?